Em alusão à data, a equipe Zoe Nascer Divino, de Tubarão, promove uma série de eventos durante o mês. Neste sábado, ocorre a Feira Cria na Roda, no Parque Encantos do Sul, em Capivari de Baixo. Exposição de trabalhos e palestras também serão realizadas.

Lysiê Santos
Capivari de Baixo

Neste mês de maio é comemorado o Dia das Mães e também é considerado o Mês das Noivas. E é nesse período que vem à tona a realidade de milhares de mulheres que se desdobram para cuidar da carreira, da casa e dos filhos. A maioria acaba abandonando o emprego para se dedicar à gestação e aos cuidados com o bebê. Hoje o quadro mudou e agora elas querem mais autonomia, mais flexibilidade e uma empresa que dá outro tipo de lucro: a qualidade de vida.

Atentas a este novo nicho de mercado, um grupo de amigas se reuniu e criou a “Feira Cria na Roda”. O evento pretende expor os produtos feitos pelas mães empreendedoras de Tubarão, neste sábado, a partir das 15 horas, no Parque Encantos do Sul, em Capivari de Baixo. “O objetivo é reunir as mães que descobriram na maternidade algum talento e uma forma de ganhar dinheiro sem precisar colocar as crianças na creche e se aproximar ainda mais do universo maternoinfantil”, explica uma das empreendedoras Tatiana de Matias.

A ideia veio com o apoio de algumas mães de Criciúma, que iniciaram a exposição dos trabalhos na Praça do Congresso. As organizadoras aderiram ao movimento e realizam a primeira edição em Capivari. “Para participar do evento como expositora há apenas uma só qualificação: ser mãe. Para ir à feira basta gostar de produtos com um toque todo especial de amor, carinho, feito à mão ou com um foco na maternidade. Teremos muitas artesãs com produtos variados, desde jardinagem e cuidados com o bebê, a acessórios femininos feitos por mães indígenas”, enumera Tatiana, que investe na produção de sapatos de tecidos para bebês e abriu uma loja online. Atualmente, atende ao público de todo o país e se dedica à criação do seu filho.

Doulas realizam palestras e piquenique para as mães
pag 5 retranca 2
Em alusão ao Dia das Mães, a equipe Zoe Nascer Divino, de Tubarão, promove ações de orientação às mães da região. Após a feira Cria na Roda, o próximo evento ocorre no dia 11, na Câmara de Dirigentes Lojistas de Tubarão (CDL). Com o tema, “De volta ao trabalho: Equilibrando a vida materna, pessoal e profissional”, o grupo realiza uma série de palestras para orientar mulheres que passam por essas situações.

A doula, educadora perinatal, e facilitadora em aleitamento materno Sandi de Oliveira, debaterá o tema “Maternidade Real: necessidades da mãe e do bebê”. Já a psicóloga e coach de carreira Juliana Mendes, falará sobre o tema “Definindo Prioridades: administração de rotina e demandas de cada setor da vida depois dos filhos”. E a psicóloga especialista em psicoterapia infantil e juvenil, Suelen Rodrigues da Luz, abordará o assunto: “Vínculo e qualidade na relação materna diante da volta ao trabalho”, com uma abordagem clínica da maternidade possível.

A programação encerra com um piquenique materno no Parque Ambiental Encantos do Sul, no próximo dia 20. A equipe proporcionará uma tarde de acolhimento às mães e gestantes com desenhos na barriga, roda de conversa sobre cuidados naturais com Danika Barreto, e alongamento e relaxamento, com a educadora física Rafaele Pessoa.

Especialistas incentivam cuidados na gestação
A equipe Zoe Nascer Divino realiza o trabalho de apoio perinatal, acompanhamento da gestação, parto e maternidade. O grupo é formado por duas doulas e uma enfermeira obstetra. De acordo com a doula, educadora perinatal e facilitadora em aleitamento materno Sandi de Oliveira, a função da profissional é servir a mãe. “A palavra doula significa a ‘mulher que serve’. Fazemos o acolhimento, repassamos informações e empoderamento para a gestante que se prepara para a hora do parto. Nesse momento encorajamos a mãe a passar por esse universo tão peculiar”, relata.

A doula Michele Wanderlind Domingos Ortega enfatiza que é fundamental que a gestação tenha o acompanhamento de uma profissional para definir a melhor forma de receber o bebê. “Durante a gestação criamos um laço com as famílias que se estende durante o crescimento da criança”, ressalta.

As especialistas salientam que as doulas não possuem responsabilidade técnica nesse cenário. “Não fazemos exames e nenhum procedimento com o bebê, trabalhamos com técnicas naturais para amenizar a dor e ajudar a gestante a passar por esse evento. As questões técnicas ficam com a enfermagem e com o obstetra”, explica.
pag 5 retranca
Especialistas realizam acompanhamento perinatal das gestantes
Fotos: Catherine Oliveira/Divulgação/Notisul