#Pracegover Foto: na imagem há uma mulher com uma carta na mão. Ela está sentada em um sofá
#Pracegover Foto: na imagem há uma mulher com uma carta na mão. Ela está sentada em um sofá

Uma faxineira de Belo Horizonte ofereceu, pelas redes sociais, seus serviços em troca de livros para a filha poder continuar a estudar em uma escola particular da capital. A atitude repercutiu na internet e a mulher recebeu propostas de emprego.

 

Eliane Brito publicou a foto de um bilhete que ela escreveu à mão. No papel, ela oferece 15 diárias de faxina ou lavanderia pelos livros didáticos do 7º do ensino fundamental de um colégio famoso de BH. Um kit deste material pode custar mais de R$ 1.000.

 

A faxineira conta que, poucas horas após a publicação do pedido, dezenas de pessoas se ofereceram para comprar os livros e até mesmo quitar as dívidas com a escola, que somavam quase R$ 7 mil. Emocionada, Eliane disse que não acreditou com tanta solidariedade.

 

“Na hora que eu vi aquele tanto de gente com coração bom, não deu para acreditar. Eu só tenho que agradecer todo mundo”.

 

A mulher já passava por problemas financeiros e, com chegada da pandemia da covid-19, a situação piorou. Eliane conta que chegou a implorar aos diretores do colégio para que a filha continuasse assistindo as aulas mesmo com as mensalidades atrasadas.

 

“Eu pedi para não tirarem a vaga da minha filha porque eu vou pagar. Ano passado eu não paguei porque eu tive que escolher entre quitar a mensalidade ou dar comida para minha filha”.

 

A pedagoga Ana Júlia Vilela comprou o kit de livros em troca das 15 faxinas. Já as mensalidades atrasadas serão pagas por Rick Chester, palestrante famoso por sua trajetória de vida.

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul
Fonte: R7