Uma mãe, em trabalho de parto avançado, chegou ao hospital com bebê nascendo, ainda no carro. O fato ocorreu na madrugada desta quarta-feira (17), em Braço do Norte. A equipe da maternidade do Hospital Santa Teresinha atendeu um caso de extrema gravidade na recepção da unidade.

Mayra Santeli Cordeiro, de 22 anos, mora no interior do município e foi levada por vizinhos. Ela contou que viveu momentos angustiantes. “Estava em casa quando senti dores leves, fui ao banheiro e vi que minha bolsa tinha rompido. Fui tomar um banho para vir ao hospital e então constatei que o bebê já estava nascendo”, contou.

Mayra e o marido encaminharam-se ao HST. Na unidade, já em parto pélvico, foi constatado que o bebê se encontra na posição contrária a habitual, ou seja, sentado. O atendimento rápido da equipe da maternidade foi o diferencial nesse caso.

“O bebê já se encontrava há muito tempo nessas condições, estava com circular de cordão e em parada cardiorespiratória”, explica a enfermeira obstétrica que atendeu o caso, Joice Effting.

O parto pélvico apresenta mais riscos que um parto normal, porque existe a possibilidade do bebê ficar preso no canal vaginal, o que pode levar a diminuição do suprimento de oxigênio pela placenta. Além disso, também existe o risco dos ombros e da cabeça do bebê ficarem presos nos ossos da pélvis da mãe.

A equipe médica do pronto socorro iniciou o atendimento do recém-nascido com a reanimação e encaminhamento ao acolhimento pediátrico e obstétrico. A gestante estava grávida de 38 semanas e 3 dias.

Ítalo Emanuel Cordeiro Leandro nasceu às 24h48. Mãe e filho passam bem.

 

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul