Tubarão

O pacote de obras de macrodrenagem nos bairros da margem esquerda do Rio Tubarão já tem data para sair do papel. No dia 12 de abril de 2010, será assinada a ordem de serviço e as obras começam oficialmente dois dias depois. O cronograma dos trabalhos foi definido na em uma reunião em Florianópolis, com a participação do secretário de planejamento da prefeitura, Edvan Nunes.

Para garantir os quase R$ 5 milhões do Ministério das Cidades para as obras, a prefeitura tem que apresentar o projeto final das obras para a Caixa Econômica Federal até o dia 15 de janeiro.
O cronograma definiu também a data para a publicação do edital de licitação. O documento deve ser lançado no dia 3 de fevereiro, para que a licitação seja homologada no dia 5 de abril, se não houver nenhum recurso administrativo ou judicial.

O pacote de obras de macrodrenagem inclui também a construção de três estações elevatórias que ajudarão a minimizar os problemas de cheia que hoje afetam os bairros Dehon, Morrotes, Humaitá e Humaitá de Cima.
Os recursos são oriundos do Plano de Aceleração do Crescimento (PAC). A verba do programa do governo federal, desenvolvido por meio do Ministério das Cidades, foi garantida pelo presidente Lula, em junho deste ano. O contrato com a Caixa Econômica foi assinado no dia 20 do mês passado, em Tubarão.