Tubarão

A prefeitura de Tubarão iniciou nesta semana a retificação dos lombadões ao longo das avenidas beira-rio (José Acácio Moreira – da Unisul – e Getúlio Vargas – do terminal urbano – ambas na margem esquerda; e rua Lauro Müller – do Calçadão – e avenida Marechal Deodoro – da antiga rodoviária – na margem direita). As saliências foram motivo para declarações amargas por vários anos. Ainda hoje, muitos motoristas recusam-se a trafegar nestas ruas por conta dos lombadões.

As lombas, porém, não serão retiradas, como reivindica a maioria. Apenas suavizadas para permitir aumento no limite de velocidade: dos atuais 30 km/h para 40 km/h. Como teste, foram corrigidos, até o momento, quatro lombadões nos trechos norte da avenida Getúlio Vargas e da rua Lauro Müller. O comportamento do trânsito começou a ser analisado pela secretaria de segurança e trânsito da prefeitura para que se possa definir um padrão de retificação a ser aplicado nas outras 38 lombadas.

A “diminuição” na altura dos lombadões atende a uma recomendação do Tribunal de Contas do Estado (TCE), cuja competência, entre outros assuntos, é fiscalizar as obras de pavimentação e urbanização. O Notisul tentou contato de forma insistente com o secretário de planejamento da prefeitura, Edvan Nunes, para que ele explicasse qual e por que a recomendação. Sua esposa atendeu e disse que ele havia esquecido o aparelho em casa. Depois disso, ele também não retornou a ligação.