Casa na beira-rio funciona como empresa de triagem de lixo e pertuba vizinhos.
Casa na beira-rio funciona como empresa de triagem de lixo e pertuba vizinhos.

Karen Novochadlo
Tubarão

A casa onde funciona um centro de triagem de lixo reciclável, na rua Getúlio Vargas, na beira-rio, ainda não passou por fiscalização, como havia prometido o secretário de serviços públicos da prefeitura, Fabiano Bitencourt. Os vizinhos sofrem com o mau cheiro e a proliferação de insetos.

A redação do Notisul conversou com o secretário para averiguar se já havia sido realizada a fiscalização na empresa de Triagem, denunciada na edição de ontem. Segundo Fabiano, o fiscal da prefeitura já possui uma ordem para efetuar o serviço. Porém, os funcionários da secretaria afirmaram que o fiscal ainda não havia recebido a notificação.

A empresa de triagem de lixo funciona bem no centro da cidade, próximo a muitas residências. Os moradores reclamam do acúmulo de lixo, que gera mal-estar e denunciam que o cheiro proveniente do local é insuportável no verão, além do grande número de insetos.

O proprietário da empresa Rosa Martins, Ludimar Lucélio Ribeiro, possui alvará de funcionamento e também comprovantes que atestam a dedetização e desratificação. Lucélio, no momento, providencia as licenças ambiental e sanitária.