O Instituto do Meio Ambiente de Santa Catarina (IMA) divulgou mais um relatório de balneabilidade que aponta os locais que estão próprios para banho no litoral catarinense. Dos 229 pontos analisados, em 64,6% recomenda-se o mergulho.

Em Florianópolis, quem optar por passar os dias de descanso na praia, terá 63,5% dos pontos adequados para banho de mar. No restante do litoral, dos 144 locais averiguados, 94 estão próprios. 

Em relação ao relatório anterior, 13 pontos passaram da condição de próprio para impróprio e 19 pontos passaram da condição de impróprio para próprio. Na ocasião, 62% dos pontos eram indicados para banho.

As coletas foram realizadas de 25 de fevereiro a 1º de março de 2019 nos municípios de Araranguá, Bal. Arroio do Silva, Bal. Gaivota, Bal. Camboriú, Bal. Rincão, Barra Velha, Biguaçu, Bombinhas, Florianópolis, Garopaba, Gov. Celso Ramos, Imbituba, Itajaí, Itapema, Itapoá, Jaguaruna, Joinville, Laguna, Navegantes, Palhoça, Passo de Torres, Penha, Balneário Piçarras, Porto Belo e São José.

O IMA alerta os banhistas para situação das placas que, frequentemente, são danificadas, vandalizadas, queimadas e até excluídas do local onde foram implantadas para informar a condição do ponto amostrado. Recomenda-se ainda que moradores e turistas evitem o banho de mar por até 24 horas após a ocorrência de fortes chuvas, principalmente nas proximidades da desembocadura de rios e tubulações.