A notícia da mudança da macrorregional da Celesc, de Tubarãopara Criciúma, mobilizou lideranças na manhã desta quarta-feira (20), emreunião na Associação Empresarial de Tubarão.

Entre as lideranças presentes estavam o presidente daentidade,  Edson Martins Antônio;  o prefeito de Tubarão  Joares Ponticelli;  o presidente da Câmara de Vereadores deTubarão;  Jairo Cascaes e o presidente daAmurel,  prefeito de Braço do Norte,Roberto Kuerten Marcelino.

As lideranças irão se reunir novamente na sexta-feira (22), naACIT, dessa vez com a presença do presidente da Celesc, Cleicio Poleto Martins.O objetivo é reverter a mudança da macrorregional, mantendo-a em Tubarão,diante da grande demanda existente.

 

Também estão confirmadas para o próximo encontro  as presenças dos deputados Felipe Estevão eVolney Webe. Os deputados que assinaram o documento para a mudança da regionalpara Criciúma foram: Ada de Luca, Rodrigo Minotto, Jessé Lopes, Luiz FernandoVampiro e Zé Milton. Os representantes da Amurel não assinaram o documento.

Para o presidente da ACIT, “esta é uma questão que precisaser resolvida,  já que as empresasdependem de respostas rápidas por parte da estatal, levando em conta queenergia é vital para seus negócios”.

 

O prefeito também se manifestou dizendo: “Sou contra obairrismo, mas se não tivermos respaldo da Celesc, muitas empresas repensarãoseus investimentos na região”.

 

Para o presidente da Amurel, “cortar gastos é importante,mas não se pode colocar em risco a qualidade dos serviços”.

 

O presidente da Câmara de Vereadores disse que “se espera oenvolvimento de toda a comunidade e das lideranças, para podermos reverter estasituação”.