A Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital São Camilo, em Imbituba, foi inaugurada hoje (9) pela manhã, em uma cerimônia com respeito ao protocolo de prevenção à Covid-19. Serão 10 leitos de UTI regionalizada que, a princípio, atenderão aos casos de coronavírus.

Mas, após a pandemia, o Governo do Estado já manifestou a intenção de transformar o espaço em uma unidade de atendimento adulta. “Existe um entendimento que a permanência dessas UTIs possa ser um legado para o município e a região. Será feito um trabalho redobrado para que haja a permanência desses leitos”, disse o representante da Secretaria de Estado da Saúde, Márcio Mesquita Judice.

A obra era aguardada há décadas na região, pois, quando pacientes de Imbituba ou de municípios vizinhos precisavam de internação em UTI, tinham que se deslocar para Tubarão, Araranguá, Criciúma, Braço do Norte ou Florianópolis.

Para a secretária municipal de Saúde, Graciela Wiemes Ribeiro, a instalação da UTI no Hospital São Camilo é um sonho realizado. Além disso, representa mais qualidade no atendimento à população, que, diariamente, procura o auxílio da instituição imbitubense.

“A luta agora é pela permanência da UTI em Imbituba. Tanto que o Estado já sabe que a intenção do município e da direção do hospital é que os leitos de Covid-19 se tornem, no próximo ano, em leitos de UTI geral para a cidade”, reforçou a secretária Graciela.

A inauguração
O evento reuniu representantes do município de Imbituba e do Governo do Estado. Durante o discurso de abertura, a diretora do hospital, Luciene Meurer, disse que a instalação da UTI é uma realização. Um esforço que envolveu diversos segmentos da sociedade, tais como o poder público e a iniciativa privada.

Por volta das 11 horas, o Padre Sérgio Gomes, da Paróquia Nossa Senhora Imaculada Conceição, do Centro, deu a benção ao espaço que, a partir de sexta-feira (11), com a liberação da Vigilância Sanitária do Estado, passará a funcionar efetivamente.

Investimento
O investimento na UTI do Hospital São Camilo foi feito através de uma parceria. A prefeitura de Imbituba investiu R$ 713.027,13 em equipamentos (65 unidades), fora a reforma de toda a ala destinada aos leitos. Já a Secretaria de Estado da Saúde aplicou R$ 1.264.564,20 na aquisição de 10 monitores multiparâmetro e 10 ventiladores pulmonares.

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul