Tubarão

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) não deu trégua àqueles que tentaram burlar a Medida Provisória 415, que proíbe a venda de bebidas alcoólicas nas rodovias federais de todo o país. Em Santa Catarina, conforme o relatório parcial da PRF, quatro estabelecimentos foram fiscalizados após o recebimento de denúncias. Um deles chegou a ser notificado.

A PRF não comunicou onde e quais são estes estabelecimentos. Sabe-se apenas que ficam entre o posto de Araranguá e Florianópolis. Desde que entrou em vigor, no Carnaval, em fevereiro, a MP415 já surtiu efeito. O número de colisões e autuações diminuiu.

Para se ter idéia, desde quinta-feira, no trecho sul, a PRF atendeu a ‘somente’ 11 ocorrências onde o delito envolvia estado de embriaguez do motorista. Ao todo, foram quatro acidentes e sete autuações entre sábado e domingo. No ano passado, mais que o dobro disto foi registrado.

Ainda que esteja sem o contingente necessário para fazer a fiscalização e ainda cumprir as diretrizes da Operação Páscoa, a PRF têm conseguido efetuar ações pontuais e certeiras na tentativa de barrar, especialmente a venda de bebida alcoólica. Extra-oficialmente, cerca de 60 mil motoristas passaram, ontem, pelo trecho sul da BR-101, na saga da volta para casa após o feriado de Páscoa. (Leia mais sobre a volta para casa na página 15 desta edição).

Lei Maria da Penha
Sábado, em Tubarão, a PRF flagrou um homem de 36 anos batendo em sua companheira. O caso ocorreu por volta das 15h15min, no quilômetro 342,3. O motorista dirigia uma Sportage, com placas de Tubarão, com uma mão e batia na companheira com a outra. Ele foi parado pelos policiais e encaminhado à Delegacia de Proteção à Mulher e ao Menor.