A natureza como método de tratamento! O uso de cavalos como forma terapêutica em crianças com mobilidade reduzida vem sendo utilizado como um remédio natural na evolução de jovens e crianças com deficiência motora e intelectual.

A prefeitura de Laguna, através da Secretaria Municipal de Saúde, começou a ofertar tratamentos com equoterapia, um método terapêutico e educacional com cavalos, no qual abrange saúde, educação e equitação, auxiliando no desenvolvimento biopsicossocial em crianças com deficiência no município.

Lindassa e Pretinha são algumas das éguas que fazem parte do Centro de Equoterapia, no qual atualmente atende 15 praticantes encaminhados pela Prefeitura desde o começo de dezembro, sendo realizada a terapia uma vez por semana. A equipe é constituída pela fisioterapeuta, terapeuta ocupacional e um equitador.

Para a fisioterapeuta responsável, Ana Paula Cereja Higino Damiani, os principais benefícios da equoterapia estão em desenvolver força, equilíbrio e a atenção. “Trabalhamos as amplitudes de movimento, questão de segurança, de autoestima, autocontrole, questão de ansiedade. Desenvolvemos também a parte pedagógica, trabalhando com muitos materiais lúdicos que incentivam a fala e a linguagem, através de orientações da fono também”, diz.

No local são desenvolvidas atividades indicadas para o tratamento de diversas patologias com comprometimentos motores e cognitivos. São crianças com doenças como paralisia cerebral, Síndrome de Down, autismo e outras.

Os pacientes que tiverem indicação para praticar a equoterapia, devem procurar suas unidades de saúde, para assim serem encaminhados para avaliação e em seguidas as sessões.

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul