Laguna

Laguna, Imbituba e Garopaba serão o novo destino turístico no Brasil interligados por uma trilha de longo percurso. A apresentação do projeto Caminhos da Baleia Franca foi apresentado esta semana, no Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC) de Garopaba.

O objetivo é conectar e integrar as trilhas da APA da Baleia Franca à Rede Trilhas do Brasil, orientando os turistas e visitantes para os atrativos locais, observando a importância da conscientização ambiental.

Ao todo serão 114 quilômetros de trilhas mapeadas e sinalizadas com o símbolo padrão estabelecido pela Rede Brasileira de Trilhas de Longo Percurso de Conectividade, idealizada pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBIO).

A Fundação Lagunense do Meio Ambiente (Flama) está coordenando os trabalhos em Laguna, em parceria com a Secretaria de Turismo, Polícia Militar Ambiental, Grupo Econoagem e a Associação de Guias de Turismo de Laguna.

O grupo já mapeou e identificou todas as trilhas do município que totalizará um trecho de 39 quilômetros passando por 12 praias. A próxima etapa será elaborar o projeto de sinalização dessas trilhas, que terá recursos do Sebrae, através da Rota da Baleia Franca.

Imbituba e Garopaba terão, respectivamente, 36 e 37 quilômetros de percurso cada uma. Garopaba passará por oito praias e Imbituba por nove.

A “pegada da baleia”:

Todas as trilhas da rede brasileira possui a sinalização padrão de uma pegada, nas cores amarela e preta. O modelo daqui foi adaptado com a baleia e suas nadadeiras ao longo da pegada.

O trabalho foi desenvolvido em parceria com a equipe da APA da Baleia Franca/ICMBIO, após uma oficina de sinalização de trilhas e condutores ambientais da empresa Trilha Ecoturismo.