Tubarão

Uma casa no bairro Caruru, em Tubarão, uma das localidades mais afastadas do centro da cidade, foi alvo de uma operação conjunta de policiais da Agência de Inteligência da Polícia Militar e da equipe da Divisão de Combate a Furtos e Roubos (DCFR) da Polícia Civil, ontem. O foco era localizar um jovem de apenas 19 anos, suspeito de ter praticado uma série de crimes nas últimas semanas na Cidade Azul.

Tanto foi encontrado e preso, que caiu com vários produtos ilícitos que estavam na casa. No imóvel, dois amigos do suspeito, de 18 e 20 anos – este último um condenado de regime semiaberto, que deveria estar no trabalho, foram detidos. Uma mulher de 24 anos também estava na residência. Os quatro foram levados à Central de Plantão Policial (CPP). O motivo da condução: durante a operação, uma motocicleta CG/FAN de cor vermelha, com placa adulterada e o número do motor suprimido, um motor solto de uma Honda Twister, um celular roubado no último domingo, e certa quantia de maconha foram apreendidos. Eles podem responder por furto, roubo e receptação.

Um celular da marca Asus Zenfone 5, pertencente a uma das vítimas, foi recuperado. Nenhum dos abordados assumiu a posse da entorpecente. Outro motor, de uma motocicleta com numeração suprimida, características de uma 200cc, também foi localizado pelos policiais.

O tenente Jobson Machado de Aguiar comandou a equipe da PM na operação. Eles destacou o profissionalismo com que foi procedido, trazendo rápida resolução ao caso de roubo ocorrido há cinco dias e, trazendo provas para a elucidação de outros crimes contra o patrimônio, furtos de veículos e contra pessoa. O delegado Danilo Bessa Brilhante coordena a equipe de policiais da DCFR. Tubarão teve uma considerável redução na criminalidade nos últimos 18 meses, principalmente de crimes mais graves, como roubos e homicídios.