Artur Bianchini (E) e César Figueiredo apresentam o show Vínculo (foto 1). O jovem Murilo Ribeiro (foto 2) será um dos convidados especiais do evento  -  Fotos:Divulgação/Notisul
Artur Bianchini (E) e César Figueiredo apresentam o show Vínculo (foto 1). O jovem Murilo Ribeiro (foto 2) será um dos convidados especiais do evento - Fotos:Divulgação/Notisul

Capivari de Baixo

O brasileiro é um verdadeiro apaixonado pela música e pela arte. “A música é o vínculo que une a vida do espírito à vida dos sentidos. A melodia é a vida sensível da poesia”, destacou o compositor Ludwig Beethoven, morto em 1827.  A frase é antiga, porém o conteúdo é sempre atual. Foi por meio deste ‘bem querer’, que os músicos de Tubarão César Nicoladelli de Figueiredo e Artur Bianchini apresentam-se neste sábado, a partir das 19 horas, no Parque da Tractebel, em Capivari de Baixo, com o show Vínculo.

“Este projeto surgiu de forma espontânea, mas com muita conexão. Conheci o César ano passado, entretanto, desde a primeira vez que tocamos juntos criamos arranjos complementares e com muito vínculo. Me tornei seu amigo e fã de seu trabalho. O show contará com músicas autorais e covers com arranjos nossos e repaginados à nossa maneira”, conta Artur.

Artur atualmente mora na cidade de Pavia e estuda solfejo e música erudita na Schola Gregoriana Mediolanensis, em Milão. O músico ainda faz parte do Coral Silentium de canto gregoriano, em Lodi, e atua musicalmente na cena universitária de Pavia com música brasileira e popular. Além dos dois cantores, o evento terá a participação de amigos de ambos que marcaram as suas histórias na música. Entre eles está o estudante de engenharia civil e também músico Murilo Ribeiro.

Hoje com 22 anos, Murilo toca violão desde os 5 anos e há sete tem intensificado os seus estudos na Música Popular Brasileira. “Nos últimos tempos tive a oportunidade de estudar mais a técnica vocal. Em setembro lancei um EP com quatro músicas feitas por mim. As minhas canções falam em sua maioria do amor, porém de forma livre”, enfatiza o jovem.

Entre as composições o estudante de engenharia civil cantará no palco ‘Amor é si’, ‘Sinal de fumaça’ e ‘Menina Bia’. “Esta será uma apresentação especial e a partir de janeiro pretendo focar mais neste trabalho e participar de outros eventos, estar à frente de outros shows”, projeta Murilo.