A adolescente de 13 anos confessou a uma psiquiatra estar participando do jogo

Criciúma

Familiares de uma adolescente de Criciúma descobriram a tempo que a menina participava do desafio da Baleia Azul. Segundo o tio da jovem, que preferiu não se identificar, uma colega de sua turma percebeu que ela estava com algumas escoriações e levou o caso para a direção da escola.

Imediatamente fizeram o acolhimento dela na coordenação, acompanhada de psicóloga, e chamaram a mãe. A princípio ela negou que estivesse participando dessa brincadeira. Também não apresentou nenhum sinal de depressão ou coisa parecida”, explicou o tio.

Para a psiquiatra, no entanto, a adolescente de 13 anos confessou estar participando do jogo, mas disse que não sabia das consequências. “Agora ela está bem, assistida por psicólogos e psiquiatra e, claro, conta com o apoio da família”, afirma o tio.

Estado emite alerta a profissionais

Nesta quinta-feira, o governo de Santa Catarina emitiu alertas aos profissionais de saúde e professores em relação a procedimentos a serem adotados em casos de suspeita ou confirmação de automutilação e/ou de tentativa de suicídio, especialmente entre crianças, adolescentes e jovens.

Fonte: Engeplus