Com emoção. Assim foi o início deste sábado (27), no Aníbal Torres Costa. O Hercílio Luz Futebol Clube, eternizou a memória do jovem jornalista Jean Cardoso Junior em uma das cabines do seu Estádio, conforme prometido.

Jean faleceu aos 26 anos no dia 19 de fevereiro deste ano, em decorrência de problemas pulmonares. Pela manhã, familiares, colegas de imprensa e representantes do leão do sul, fizeram a homenagem a Jean.

A cabine escolhida foi da Rádio Santa Catarina AM, rádio onde Jean iniciou sua carreira no radiojornalismo esportivo. O jornalista Eduardo Ventura, colega de trabalho, falou emocionado que Jean merece a homenagem. “Primeiro de tudo parabenizo o clube pela atitude. O Jean merece muito por tudo que passou e por tudo que fez. É uma forma de resgatar e eternizar sua memória.”

O diretor adjunto de futebol, Marcos Bonetti, contou que teve uma participação efetiva na carreira do jovem jornalista. “O Jean foi muito querido. Tive uma participação efetiva no trabalho dele, já que fizemos muitos programas de esportes juntos na Rádio Bandeirantes, estávamos sempre em contato. A ideia foi acatada por unanimidade no clube, e pra mim, é emocionante e acredito mais do que justa.”

Já o presidente do clube, Mauricio Dobiez, que também acompanhou a ação, ressaltou que é o mínimo que o clube poderia fazer para eternizar o nome do Jean. “É o mínimo que poderíamos fazer para um jovem que contribuiu muito para o futebol tubaronense. É um pequeno gesto de carinho, para sempre lembrarmos do nome dele”.

O pai de Jean, Jean Cardoso, colou a placa na porta da cabine. Emocionado, agradeceu a homenagem e disse que é um grande gesto. “É um momento muito especial, agradeço em nome de toda nossa família. É um gesto grande, o nome dele ficará eternizado em um time do meu coração. É um dos gestos mais lindos que poderia existir neste momento.”

Além da placa, uma camisa do clube foi entregue ao irmão do Jean, Gabriel, que tem 13 anos. O jovem segue os passos do irmão no quesito paixão por futebol. Uma foto, de Jean com o mascote Leopoldão, foi entregue a Marileia Cardoso, mãe de Jean. Sob aplausos Jean foi eternizado no Hercílio Luz Futebol Clube.

 

Fonte: Assessoria HLFC

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul