Ao contrário do que circula pelas redes sociais e aplicativos de mensagens, o valor do IPVA não será reajustado neste ano. Ainda no último trimestre de 2021, o Governo de Santa Catarina já havia anunciado de que nenhum imposto estadual sofreria aumento em 2022.

A medida visa dar mais tempo para o fortalecimento econômico do Estado após os últimos dois anos de pandemia. Desta forma, a alíquota do IPVA em Santa Catarina continuará com a mesma variação: entre 1% e 2% do preço de mercado do veículo.

Os percentuais estão entre os mais baixos praticados do país. Apesar da valorização dos preços dos carros, o tributo pago em Santa Catarina é inferior – em muitos casos a metade – do pago na maioria dos estados, como São Paulo, Rio de Janeiro, Paraná, Rio Grande do Sul e Minas Gerais.

Em consideração ao que chama de retomada econômico, o Governo do Estado também credita a medida a valorização do preço dos veículos seminovos e usados nos últimos meses.

O IPVA é um percentual sobre o preço de mercado, que é apontado pela tabela da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe). Esse percentual, chamado de alíquota, varia a critério de cada estado.

Fonte: Detrans

Em Santa Catarina, aplicam-se as alíquotas de 2% para veículos de passeio, utilitários e motor-home e de 1% para motos, triciclos, transporte de carga ou passageiros e destinados à locação.

Nos vizinhos Rio Grande do Sul e Paraná, por exemplo, os percentuais que incidem sobre carros de passeio são de 3% e 3,5%, respectivamente. Em São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais, 4%.

Em resumo: se valorização dos carros, medida pela Fipe, que ficou na média de 23% em 2021, é a mesma este ano, não existe motivo para aumento. Todos ganham: Governo e população.

 

 

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul