Um terremoto de magnitude 6,8 atingiu seis regiões do Centro e Sul do Chile neste domingo, sem deixar vítimas, danos materiais ou perigo de tsunami, segundo o Serviço Nacional de Emergência (Onemi). O tremor, que ocorreu às 12h57min locais (12h57min de Brasília) teve como epicentro um ponto no meio do mar, a cerca de 70 km a Oeste da cidade de Constitución (360 km ao sul de Santiago), de acordo com Instituto de Estudos Geológicos dos Estados Unidos (USGS).

O fenômeno foi mais intenso nas regiões de Maule e Biobío (Sul), assustando os habitantes, muitos dos quais abandonaram suas casas e foram para locais altos diante da possibilidade de tsunami. Apesar da força, “não foram reportados danos a pessoas, alteração dos serviços básicos ou infraestrutura”, informou o Onemi.

O Chile é um dos países que mais registra terremotos no mundo, e o maior deles ocorreu há 59 anos, na cidade de Valdivia, atingindo 9,5 graus. Em 2010, um tremor de 8,8 de magnitude, seguido de tsunami, deixou mais de 500 mortos no país.