O furacão Laura deve ganhar força rapidamente e chegar à categoria 4 nesta quarta-feira (26), seguindo uma rota direta para atingir o Texas e a Louisiana, na Costa do Golfo dos Estados Unidos (EUA), após o anoitecer e causar danos catastróficos, informou o Centro Nacional de Furacões (NHC).

A tempestade, que na manhã de hoje já atingiu a categoria 3 na escala Saffir-Simpson de cinco graus para medição de intensidade de furacões, estava a cerca de 465 quilômetros a sudeste de Galveston, no Texas, com ventos contínuos máximos de 185 quilômetros por hora, disse o centro sediado em Miami. Furacões de categoria 4 podem gerar ventos de até 250 quilômetros por hora.

Mais de 420 mil moradores do Texas e mais 200 mil pessoas da vizinha Louisiana receberam ordens de retirada obrigatória, e equipes estaduais e federais de gerenciamento de emergências correram para providenciar acomodações em abrigos e deixar socorristas a postos para possíveis resgates.

“Vocês só têm algumas horas para se preparar e sair antes do #FuracãoLaura. Onde quer que estejam, é aí que terão que aguentar a tempestade. Sejam espertos e fiquem seguros”, tuitou o governador da Louisiana, John Edwards, de manhã.

A tempestade estava se movendo a cerca de 24 quilômetros por hora. A maré de tempestade ao longo da Costa do Golfo dos EUA pode fazer as águas subirem entre 3,7 e 4,6 metros em Intracoastal City e Morgan City, na Louisiana, e o Laura deve despejar entre 13 e 25 centímetros de chuva na região, disse o NHC.

“Esta maré de tempestade pode penetrar até 48 quilômetros terra adentro a partir do litoral imediato do sudoeste da Louisiana e do extremo sudeste do Texas”, informou ainda o NHC em boletim emitido na manhã desta quarta-feira. “Todos os preparativos para proteger vidas e propriedades devem ser apressados para serem finalizados nas próximas horas.”

A tempestade também deve desencadear tornados à noite sobre a Louisiana, o extremo sudeste do Texas e o sudoeste do Mississippi, alertou o centro, acrescentando que provavelmente haverá inundações generalizadas em áreas urbanas do extremo sudeste do Texas até a Louisiana e o Arkansas, de hoje para amanhã.

No Texas, muitos moradores passaram o dia de ontem empacotando e preparando seus lares e negócios para o impacto previsto do Laura a partir de hoje.

“Esta tempestade certamente pode causar uma devastação inédita. Realmente temos que dizer: preparem-se para o pior”, disse Lina Hidalgo, principal executiva do condado de Harris, que inclui Houston, em entrevista coletiva.

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul