Nesta segunda-feira (8), a SCPAR Porto de Imbituba emitiu a Ordem de Serviço para início das obras de remodelação da rede de alta tensão e iluminação das vias internas do Porto de Imbituba. O investimento de 2,7 milhões de reais na infraestrutura do porto visa adequar a rede à legislação vigente, modernizar as instalações e trazer melhores condições de operação e segurança do tráfego interno.

O projeto está dividido em sete etapas e estabelece que o sistema atual seja aprimorado em um período de dois anos. Ao longo desta semana inicia a montagem do canteiro de obras. Os serviços serão executados pela empresa Botega Montagens Elétricas, vencedora do Edital de Licitação nº 047/2019.

Atualmente o porto possui uma rede aérea de distribuição elétrica de 7 km e 6 subestações de energia, que apresentam sinais de desgaste por uso, corrosão pela proximidade à área marítima, além de desatualização às tecnologias correntes. A obra promoverá o deslocamento da rede de alta tensão para as vias de menor circulação e todas as instalações de baixa tensão, bem como de comunicação, passarão a ser subterrâneas.

“Este é um projeto moderno, que alinha economia, automação e sustentabilidade. Em dois anos, a SCPAR Porto de Imbituba estará entregando à comunidade portuária uma estrutura adequada e de ponta, integrada aos projetos futuros de desenvolvimento do porto e com materiais de alta durabilidade e eficiência energética”, avalia Jamazi Alfredo Ziegler, diretor-presidente da Autoridade Portuária.

A nova iluminação contará com lâmpadas de LED, postes de fibra de vidro e caixas de passagem de polipropileno, adequadas ao ambiente marítimo. Será instalado também, em todas as luminárias, um sistema automático via telegestão, que controlará a intensidade de luz de acordo com a iluminação natural disponível.

“A obra como um todo trará maior economia no consumo de energia e facilidade de manutenção da rede elétrica do porto. Além disso, incrementa a estética das vias, que passarão a contar com aparência livre de cabos aéreos”, destaca Luiz Gustavo Piucco, engenheiro eletricista da SCPAR, responsável pela obra.