Rafael Andrade
Tubarão

Natal, Ano Novo, verão, férias, viagem com a família. O destino preferido são as praias. Os turistas gaúchos, argentinos e uruguaios juntam-se a milhares de catarinenses e, um dos primeiros reflexos deste aumento populacional é observado nas rodovias. A BR-101, principal acesso aos balneários, é também a principal estrada utilizada. A quantidade de veículos passa de 30 mil para 60 mil carros por dia.

Para assegurar uma viagem tranquila a todos, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) deflagrou, já primeira hora desta sexta-feira, a Operação Fim de Ano. Assim como neste ano, nas últimas quatro temporadas, não houve reforço de efetivo de outros estados. No entanto, os 496 policiais rodoviários federais trabalharão em ritmo especial.

“Na BR-101, alguns pontos como em Laguna, Tubarão, Capivari de Baixo e Joinville, há necessidade de incremento no efetivo. Isto ocorrerá na medida do possível. Esses pontos receberão profissionais de outras delegacias do estado”, adianta o inspetor da delegacia de Florianópolis, Leandro Andrade.

O policial rodoviário federal Paulo Marcos Vargas, lotado em Tubarão, acredita que este fim de no, a incidência de acidentes graves diminuirão. “Muitos pontos aqui no sul do estado já são duplicados e isto auxilia muito. Os usuário devem ter cuidado, no entanto, nos trechos em obras, onde os desvios tornam-se perigosos”, alerta Vargas.

No posto de Tubarão atuam 23 policias. O mesmo efetivo trabalha em Araranguá e 16 homens atuam em Paulo Lopes. Ou seja, são 62 pessoas responsáveis em controlar o tráfego da divisa do Rio Grande do Sul à Grande Florianópolis.