Tubarão

A campanha de vacinação contra a gripe está em sua reta final e acaba nesta sexta-feira em Santa Catarina. Já nos Estados do Norte e Nordeste, ela se estenderá por mais uma semana. A ação é realizada pelo Ministério da Saúde, que há nove anos elegeu grupos prioritários para que sejam imunizados em até três etapas. A campanha deste ano foi iniciada no dia 23 de abril.

De acordo com o gerente regional de Saúde, Everson Barbosa Martins, mais de 90% dos grupos prioritários da Amurel já receberam a vacina. “Atingimos a meta e alcançamos 91,50%, a região de Tubarão foi a que mais imunizou no Estado. Mesmo com esse bom desempenho, ainda não alcançamos os 90% das crianças (0 a 5 anos), servidores da área da saúde, gestantes e professores. Com o encerramento da campanha na sexta-feira, e se sobrarem vacinas, na próxima segunda-feira elas poderão ser feitas ainda nos grupos prioritários, mas também abre-se para duas novas faixas etárias, as de crianças com  5 a 9 anos e adultos com 50 a 59 anos”, explica.

Conforme o Ministério da Saúde, os grupos prioritários totalizam 54,4 milhões de pessoas. A pasta informou que adquiriu 60 milhões de doses, que serão entregues aos Estados em etapas. Pessoas com doenças crônicas e outras condições clínicas especiais também devem se imunizar. Neste caso, é preciso apresentar uma prescrição médica no ato da vacinação. Pacientes cadastrados em programas de controle das doenças crônicas do Sistema Único de Saúde (SUS) devem procurar os postos em que estão registrados para imunização, sem a necessidade de prescrição médica.

Em Santa Catarina, a população-alvo para a vacinação é composta por 1.844.225 pessoas pertencentes aos grupos prioritários. A campanha nacional é realizada todos os anos na segunda quinzena de abril, período considerado de sazonalidade da doença. Compõem os grupos prioritários os idosos, crianças de 6 meses a menores de 5 anos, trabalhadores da saúde, professores das redes pública e privada, povos indígenas, gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), presidiários e funcionários do sistema prisional.