A mãe da influenciadora digital Kamylle Marinho, de 16 anos, usou o perfil do Instagram da filha para comunicar aos seus 233 mil seguidores sobre a morte da menina, que lutava desde 2016 contra um tipo raro de câncer no espaço anatômico atrás da cavidade abdominal, chamado sarcoma de ewing.

“Em respeito a todos vocês que oraram, torceram, ajudaram… Tiro minhas últimas forças para vir até aqui informar a todos que parte de mim se foi. Deus me deu, Deus tirou! Se vou entender os propósitos de Deus? Não sei! Talvez um dia… Só sei que ela será sempre luz, e que a lembrança do seu sorriso, fé, amor e força me sustentará. #luto”, escreveu Paula Marinho nos Stories.

“Fui diagnosticada com câncer aos 14 anos de idade, primeiramente sarcoma de ewing na veia cava inferior. Dia 26 de maio (de 2017) eu fiz a cirurgia para a retirada do tumor (17 cm, com aproximadamente 900g envolvido na veia cava) logo após iniciei os tratamentos quimioterápicos, foram mais de 100. Há 9 meses atrás eu fiz um transplante de medula óssea autólogo, sem sucesso”, relatou a jovem em uma publicação de dezembro.

“Fui diagnosticada novamente com câncer, um pequeno tumor ao lado do rim direito, onde fui submetida a radiocirurgia, sem sucesso. Atualmente eu sou diagnosticada com câncer novamente ao lado do rim direito, tumor de 3 centímetros, já dei início a um novo tratamento, chama-se terapia alvo, são 4 comprimidos, 800 mg por dia. Tenho mais que 1 ano de tratamento com 3 diagnósticos, estou bem e com esperanças de que vai dar tudo certo”, acrescentou.

Durante o breve período em que atuou como blogueira, ela deixou importantes mensagens para os demais valorizarem a vida.

No dia 23 de maio de 2018, a jovem escreveu:

“Sabe, a vida me obrigou a crescer aos 14 anos… o câncer apareceu na minha vida destruindo tudo e todos que estavam comigo. E TENTA, até hoje. Mas a vida é feita de escolhas, e eu escolhi viver. Vivendo e aprendendo eu finalmente aprendi que vale a pena sorrir em meio ao sofrimento. Aprendi que sempre haverá um jeito. Sempre haverá uma resposta. A vida sempre vai se colorindo aos poucos. Não é fácil lutar e ver, às vezes, as coisas dando o oposto daquilo que lutamos. Mas a dor é inevitável, o sofrimento é opcional. 

Sempre haverá um jeito. Sempre haverá uma resposta. Uma saída. Por isso, Lute. Em meio ao um mundo conturbado, seja a diferença, seja Luz. Seja inspiração na vida de alguém. Sorria. Agradeça. Abrace. Escute. Beija. Cresça. Ame. Ajude. Seja feliz. Faça escolhas. Escolha viver. Viva. Viva intensamente, a cada minuto. Ei, nunca sabemos o que irá acontecer daqui, sei lá, 5 minutos. Mas antes disso, não perca a oportunidade de fazer a diferença, de simplesmente viver, e então, agradecer. Agradecer pela a vida e pela a oportunidade de estar vivendo ela. Viva. Viva e agradeça”.