Tubarão

Há vários anos, quem vê a dona Ana sentada em uma cadeira fazendo exercícios e muito motivada pode não imaginar que ela já está chegando aos 78 anos. Há quatro meses, participa das atividades físicas promovidas pela Unisul. Duas vezes na semana realiza aula de ginástica e hidroginástica. “Sinto-me muito bem! Tenho amigos aqui e até faço as atividades que aprendo na aula em casa”, comenta.

Em uma sociedade onde a população de idosos vem crescendo – em 2017, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), eram mais de 30 milhões -, há cada vez mais a necessidade de melhorar a qualidade de vida. De acordo com o professor de Educação Física da Unisul, Roberto Beck, o esporte nesta faixa etária é essencial. “Conseguimos prevenir diversas doenças, como osteoporose, artrose e problemas cardiorrespiratórios. Além disso, quando os idosos se encontram com outras pessoas do seu meio, há um trabalho de reinserção social, o que acaba prevenindo também a depressão e a solidão”, afirma.

Muito além da parte física

Geralmente, com o passar da idade, o isolamento acaba se tornando algo mais comum. A autoestima também é muito importante, e se sentir pertencente a algo é essencial. Uma das formas de acabar com essa solidão são as redes sociais. E na tentativa de integrar estas pessoas ao mundo globalizado, foi que surgiu o Projeto de Inclusão Digital para Idosos.

Coordenado pela professora da Unisul, Silvana Dal-Bó, as aulas tiveram início em 2013. “No projeto o aprendizado é perceptível na felicidade deles de se sentirem incluídos socialmente na era tecnológica. Eles aprendem a usar o computador, o celular, fazer uma selfie, pesquisar na internet, enviar um e-mail, acessar as redes sociais”, relata.

O projeto é desenvolvido pela professora e ministrado por um aluno estagiário e por mais três alunos voluntários. “O Projeto Inclusão Digital, assim como todos projetos de extensão da universidade, tem um papel muito importante de transformação da realidade social e sua contribuição para a melhoria da qualidade de vida da sociedade”, declara Silvana.

Uma universidade de experiências

Com o objetivo de proporcionar às pessoas acima de 50 anos um novo sonho e um novo plano, surgiu a Uniexperiência. Renovando o dia a dia, por meio de um conjunto de disciplinas e vivências, que visam ampliar a percepção e consciência dos recursos pessoais, a Unisul foca na qualidade de vida, valorização da cultura e convivência social. “Visa proporcionar a continuidade do seu desenvolvimento pessoal e social, através de uma pratica educativa, de lazer e saúde, com orientação especializada. É possível reconhecer com amor e valor a beleza das diferentes etapas da vida”, reflete a coordenadora da Uniexperiência, Nadya Niehues Becker.

Novas possibilidades

Muitas pessoas aproveitam a aposentadoria para colocar em primeiro plano tudo o que era considerado um hobby. O artesanato está incluído nesta categoria. Além de ser uma ocupação, é também uma forma de empoderamento e uma fonte de renda. O projeto ProMidia Cidadã, além de incluir as mulheres na era tecnológica, também acaba mostrando a importância da fotografia dos produtos e da autoestima. O projeto é uma forma de proporcionar conhecimento para quem tem pouco acesso à tecnologia, aumentar o bem-estar-social, oportunizando autoestima, novos caminhos e novas perspectivas.

Saúde multidisciplinar

O Clube da Juventude é um projeto desenvolvido por alunos do curso de Medicina da Unisul e atende pessoas acima dos 50 anos de Tubarão. É um trabalho multidisciplinar que realiza atividades individuais e em grupos, e busca a interação social e a troca de experiências.
Atualmente, 30 pessoas participam do projeto. As oficinas são realizadas em três dias da semana, e o participante pode escolher de qual data quer fazer parte. Os trabalhos são realizados por alunos e supervisionados pelos professores do curso.

Quero participar

Clube da Juventude: Pelos telefones
(48) 99921-0348 ou (48) 99921-7447
Atividade física: No Saiac, no Shopping Unisul.
Inclusão digital: Pelos telefones (48) 3621-3275 ou 99947-3800.
ProMidia Cidadã: Com as participantes dos Grupos de Mulheres dos bairros.
Uniexperiência: Pelo telefone (48) 3621-3921