Unidades de saúde dos municípios atenderão das 8 às 17 horas o público-alvo da campanha nacional de imunização contra a gripe.

Tubarão

Sábado será o dia D de mobilização da campanha de vacinação contra a gripe em todo o país. Todas as unidades de saúde de Tubarão e região funcionarão das 8 às 17 horas, para atender o público-alvo da campanha: idosos, crianças de seis meses a 4 anos, trabalhadores de saúde, professores, gestantes e mulheres até 45 dias após o parto, que são os grupos mais vulneráveis aos quadros graves e complicações da doença.

A vacina contra a gripe já está disponível na rede de saúde do município desde o dia 17 de abril e até ontem, foram vacinadas 20.777 pessoas pertencentes aos grupos de risco, o que corresponde a cerca de 55% da meta que é imunizar aproximadamente 38 mil pessoas.

A campanha prossegue até o dia 26 de maio e o recomendado é não deixar para se vacinar nos últimos dias, quando, normalmente, as filas são maiores.

O objetivo da ação é reduzir as internações, complicações e mortes em decorrência das infecções pelo vírus da influenza. A vacina é aplicada às vésperas do inverno, período de maior incidência da doença. Estudos apontam que a vacina contra a gripe pode reduzir de 32% a 45% o número de hospitalizações por pneumonias e de 39% a 75% da mortalidade global e em, aproximadamente, 50% as doenças relacionadas à influenza.

Em Braço do Norte, mais de oito mil pessoas serão imunizadas
Braço do Norte também está preparada para o Dia D de vacinação contra a influenza (gripe).

Idosos acima de 60 anos, gestantes, puérperas, crianças de seis meses a cinco anos, profissionais da saúde e professores da rede pública e privada de ensino que ainda não foram imunizados poderão comparecer na Clínica Materno Infantil (CMI), no centro, e nos ESFs dos bairros Floresta, Lado da União, Nossa Senhora de Fátima, Rio Bonito, São Basílio, São Francisco de Assis e Travessão, que estarão abertos das 8 às 17 horas (exceto no interior).

De acordo com a secretária da saúde, Francisca Leonel da Silva, é indispensável a apresentação do Cartão do Sistema Único de Saúde (SUS) ou o CPF. Já para imunizar as crianças é preciso estar com a caderneta de vacinação. A meta do município é imunizar 8.372 pessoas, considerando os grupos elegíveis para vacinação.