A pandemia de Coronavírus mudou o comportamento atual e os planos futuros de milhares de pessoas e empresas, mas não somente isso, pois o setor público também foi e continua sendo bastante afetado. No começo do ano, em Imbituba, acreditava-se que um dos principais desafios para a gestão, em 2020, segundo a secretária de Desenvolvimento Econômico e Turismo da cidade, Carina Genovez Ferreira, seria encontrar o equilíbrio econômico em um ano de eleições municipais. Agora, no entanto, o maior desafio está em frear a disseminação do vírus e contornar a crise gerada por ele.

Neste sentido, o Sebrae/SC tem sido um aliado dos gestores públicos, principalmente no que diz respeito ao auxílio e restabelecimento dos micro e pequenos empreendedores – os negócios menores são os mais prejudicados nesta conjuntura, com muitas demissões e fechamento de empresas. Inclusive, o programa Cidade Empreendedora, idealizado pelo Sebrae com o intuito de alavancar o processo de desenvolvimento dos municípios e criar um ambiente favorável aos pequenos negócios, continua em operação durante a crise, quando se faz ainda mais necessário.

Em Imbituba, de acordo com a secretária, a Sala do Empreendedor está aberta e segue com os atendimentos, mas tomando os devidos cuidados em relação ao Coronavírus. “Estamos atendendo e colaborando com os pequenos empreendedores por meio de vários tipos de consultorias. Também estamos em vias de começar a operar com o chamado juro zero para o Microempreendedor Individual (MEI) e o pequeno empresário, sendo essa, também, uma ação da Sala do Empreendedor”, destaca Carina.

Em contraponto, ela afirma que a pandemia gerou diversas mudanças na execução do projeto Cidade Empreendedora no município de Imbituba. Várias ações foram canceladas ou adiadas, como os projetos futuros, as consultorias presenciais, os treinamentos, a própria ampliação da Sala do Empreendedor, entre outras.

“Neste momento, o foco da Sala está mais no sentido de amparar com consultorias, para que ajude os pequenos empresários sobre como ultrapassar a crise, como fazer uma gestão financeira, como negociar as dívidas que existem, bem como na preparação para esses empréstimos do juro zero”, acrescenta a secretária.

 

Sobre a Sala do Empreendedor

Trata-se de um espaço físico onde micro e pequenos empresários podem sanar dúvidas jurídicas, de legislação, sobre formas de crédito, contas públicas, enfim, tudo o que estiver relacionado a abertura, alteração ou ao fechamento de um negócio. Consultorias e treinamentos para atuais e futuros empreendedores também são oferecidos, tudo de forma gratuita.

Inaugurada no segundo semestre do ano passado, a Sala do Empreendedor está localizada no térreo da Prefeitura de Imbituba, no Centro, e funciona de segunda a sexta-feira, das 13 às 19 horas.

 

Sobre o Cidade Empreendedora

Assim como Tubarão, Braço do Norte, São Martinho e Santa Rosa de Lima, na Associação de Municípios da Região de Laguna (Amurel), o município de Imbituba também aderiu ao programa Cidade Empreendedora. Desde maio de 2019, a Administração Municipal tem recebido consultorias do Sebrae/SC e colocado em prática diversas mudanças e iniciativas, a fim de melhorar os serviços prestados pela Prefeitura e facilitar a vida dos contribuintes, principalmente no que diz respeito ao empreendedorismo. O projeto conta com mais de 20 soluções, as quais estão sendo implantadas ao longo de dois anos.

O Cidade Empreendedora foi criado para o desenvolvimento do município como um todo, oferecendo desde soluções para a gestão até benefícios para micro e pequenas empresas existentes e oportunidades para a abertura de novos negócios. Trata-se de um programa-padrão do Sebrae, mas também flexível de acordo com a realidade e necessidade de cada prefeitura. No caso, os atores do desenvolvimento são o prefeito, secretários e outros agentes do Poder Público junto aos cidadãos.