Um levantamento com base nos 2.397 casos confirmados pela Covid-19 em Imbituba até o último domingo (8) foi feito pela Vigilância Epidemiológica. Os números de pessoas infectadas pela doença no bairro Nova Brasília são preocupantes e seguem no topo da tabela, o que acende o sinal de alerta.

Até domingo, eram 260 confirmações. Com o novo boletim divulgado hoje (10), subiu para 265. A comunidade foi uma das que mais registrou infectados entre os dias 28 de outubro e 8 deste mês.

O Centro assumiu a segunda posição, já que também registrou, nos últimos 11 dias, 26 pessoas infectadas pela Covid-19. Hoje, o bairro chega a 237 confirmações.

A comunidade de Vila Nova caiu para a terceira posição, com 233 casos. Logo atrás está a Vila Nova Alvorada (Divinéia), com 193 registros.

As comunidades que, há semanas, não registram um novo caso do novo coronavírus são: Campo D’Una, na parte de Imbituba, com um registro, e Ribanceira, com oito.

A região norte do município subiu para 456 casos confirmados. Entre os bairros em destaque estão: Ibiraquera (155), Alto Arroio (133), Araçatuba (68), Arroio (52), Arroio do Rosa (19), Barra de Ibiraquera (16), Penha (12) e Campo D’Una, na parte de Imbituba com um caso confirmado.

Todos os bairros da cidade estão na lista da Vigilância Epidemiológica com a confirmação de infectados pela Covid-19. A região que registrou, até o momento, o menor número pacientes foi a sul do município, com 193 casos confirmados: Guaiúba (64), Roça Grande (47), Boa Vista (30), São Tomaz (28) e Itapirubá (24).

Nesta segunda-feira (10), mais 35 casos foram confirmados, 33 por exame laboratorial (Lacen) e dois por teste rápido. A cidade registra 15 óbitos.

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul