#Pracegover Na foto, homem analisa armadilha para o mosquito
Foto: Assessoria de imprensa Prefeitura de Imbituba

A Diretoria de Vigilância Epidemiológica de Santa Catarina (DIVE/SC) divulgou nesta sexta-feira mais um boletim sobre a situação da vigilância entomológica do Aedes aegypti e a situação epidemiológica de dengue, febre de chikungunya e zika vírus no Estado.

No período de 03 de janeiro a 01 de maio de 2021, foram identificados 33.815 focos do mosquito Aedes aegypti em 212 municípios. Comparando ao mesmo período de 2020, quando foram identificados 16.323 focos em 180 municípios, observa-se um aumento de 107,2% no número de focos detectados.

Em relação à situação entomológica, são 112 municípios considerados infestados. De acordo com a DIVE/SC a definição de infestação é realizada de acordo com a disseminação e manutenção dos focos.

Imbituba é a única cidade da Amurel na lista das cidades infestadas. Até esta quinta-feira foram detectados 46 focos do Aedes Aegypti.

Em maio de 2020, o município de Imbituba também foi considerado pela Gerência Regional de Saúde, como infestado do Aedes Aegypti. Na época, os agentes de endemias localizaram 38 focos do mosquito da dengue na cidade.

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul