Declaração de amor emocionante! 

José Pedrozo, 95 anos, recitou um lindo poema para sua amada, Tereza Pedrozo, 83. Eles moram em Mococa, no interior de SP.

Provavelmente estão casados há mais décadas do que os dedos de uma das mãos pode contar.

O vídeo, publicado no Insta do Razões, foi assistido mais de 65 mil vezes em uma semana.

Na seção de comentários, nossos leitores exaltaram o amor entre eles e a força das palavras do poema, sem dúvidas, muito tocante.

“É aqui que eu venho tomar minha dose diária de emoção pra nunca deixar meu coração endurecer. Obrigado!”, escreveu um usuário. “Coisa linda, me fez lembrar dos meu avós e em especial minha falecida avó, que sempre recitava poemas que aprendeu em sua terra natal, no Nordeste”, escreveu outro.

Confira o poema na íntegra abaixo:

“Doce amada,

Fica pertinho de mim

Gosto de ficar te olhando

E quantos vezes fico pensando

Qual será nosso fim?

Quando nós dois se apartar

Como é que ficará

Seus carinhos meus nos seus

Não devemos preocupar

Deixe a vida continuar

Isso está na mão de Deus

Nossos cabelos brancos

Se você quer que eu seja franco

Sinto-me até entusiasmado

Juntinhos envelhecemos

Quantas lutas nós vencemos

Oh Meu Deus!

Muito obrigado

Muitas vezes tivemos intrigas

Muitos diziam que era briga

Mas era só discussão…

Muitas vezes você errava

Sei que eu também falhava

Mas te peço e te dou perdão

O que importa minha flor

Que de todo nosso amor

Surgiu as pétalas queridas

Nossos filhos adorados

Que hoje vivem ao nosso lado

Um pedaço de nossa vida

Muitas vezes quando eu te abraço

Você diz que é amor falso

Não fala assim que eu reclamo

Eu gosto de te abraçar

Nossas horas se encontrando

E eu falo que te amo

Escuta aqui, ô velhinha

Não corte as palavras

E escuta o que eu vou dizer

Te amo desde rapaz

E te amando muito mais

Eu vou te amar até morrer.”

Fotos: Reprodução/Instagram