Foto: Jacob King/AFP/Divulgação

O Reino Unido iniciou nesta terça-feira (8) a vacinação contra o Covid-19 usando o produto da Pfizer/BioNTech. A idosa Margaret Keenan, de 90 anos, foi a primeira pessoa do Ocidente a tomar o primeiro imunizante contra o vírus aprovado no Ocidente.

Margaret foi vacinada no University Hospital in Coventry, na Inglaterra. Esta é a primeira dose, a segunda e última será nos próximos 21 dias.

A idosa vai fazer 91 anos na semana próxima semana e disse que a vacina foi um presente de aniversário antecipado. “Eu me sinto tão privilegiada por ser a primeira pessoa vacinada contra a Covid-19. É o melhor presente de aniversário antecipado que eu poderia desejar porque significa que posso finalmente esperar passar um tempo com meu família e amigos no Ano Novo, depois de passar a maior parte do ano sozinha”, disse ela à imprensa britânica.

O Reino Unido comprou 40 milhões de doses da vacina da Pfizer/BioNTech. Como cada pessoa precisa de duas doses, 20 milhões de pessoas serão imunizadas. A vacinação não é obrigatória no Reino Unido. Neste momento serão imunizados maiores de 80 anos, funcionários de saúde na linha de frente e funcionários e moradores de casas de repouso terão prioridade.

A partir de 2021 serão vacinadas pessoas com mais de 50 anos, além dos adultos com alguma doença pré-existente. Quem for imunizado vai ganhar um cartão comprovando que recebeu as doses.

No dia 2 de dezembro os países do Reino Unido se tornara os primeiros a anunciarem a aprovação da vacina da Pfzer/BioNtech. A primeira remessa da vacina chegou ao Reino Unido dois dias depois.

A Agência Reguladora de Medicamentos e Produtos de Saúde do Reino Unido emitiu uma nota ainda na quarta-feira informando que “a aprovação da vacina foi feita com base em uma “revisão contínua” dos dados disponíveis que começou em outubro”.

No sábado, 7 de dezembro, a Rússia informou já ter vacinado 100 mil pessoas contra Covid-19 e que pretende chegar a 2 milhões ainda em dezembro. A imunização é feita com a vacina Sputnik V, ainda em testes de última fase. Foi desenvolvida na Rússia e registrada no país em agosto.

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul