Uma mulher de 82 anos, moradora de Criciúma, é a 14ª morte por Covid-19 na cidade. Ela veio à óbito nesta quarta-feira (8). A paciente estava desde o último dia 3 internada em Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

A idosa possuía comorbidades. A informação foi repassada pela Vigilância Epidemiológica do município.

Dos casos confirmados na cidade, mais de 70% são de adultos entre 20 e 59 anos. Os idosos são quase 20%. A maioria (mais de 50%) são pessoas do sexo feminino.

Conforme o último boletim desta terça-feira (7) à noite, de casos de pessoas residentes em Criciúma, são 6.021 descartados, 961 confirmados, 46 internados – 12 em UTI e 34 em clínicas -, 674 recuperados e 14 óbitos.

A prefeitura segue monitorando e adotando medidas de combate e prevenção ao Coronavírus. O prefeito Clésio Salvaro e o secretário de Saúde, Acélio Casagrande, garantiram ontem (7) o fornecimento de medicamentos no município.

O chefe do executivo ressaltou que os remédios oferecidos pela prefeitura são perante prescrição médica. “Conversamos com muitos médicos e entre eles há opiniões diferentes, o que é natural, porque a ciência ainda não descobriu uma vacina para Covid-19. Se o médico receitar tal medicamento, nós vamos respeitar e não deixar faltar para a população”.

Acélio Casagrande destacou que o município tem uma equipe qualificada para o atendimento à população. “Temos a responsabilidade de oferecer a condição a esses profissionais de excelente qualidade da rede pública. Precisamos deixar à disposição o que eles prescrevem no momento em que entenderem ser uma medida eficaz”.

Entre em nosso grupo do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/Notisul

Foto: Radoslav Zilinsky/Getty Images/