Amanda Menger
Tubarão

A integração turística do litoral sul e da serra catarinense ganhou um novo ‘empurrãozinho’ esta semana. O Instituto Brasileiro de Meio Ambiente (Ibama) concedeu a licença ambiental que faltava para começarem as obras de pavimentação asfáltica do primeiro trecho da SC-439, que ligará Urubici a Grão-Pará.

A SC-439 começa em Braço do Norte e no primeiro trecho até Grão-Pará a rodovia está asfaltada. Porém, nos 54 quilômetros de Grão-Pará, passando pela Serra do Corvo Branco até Urubici, a estrada é de chão batido. A pavimentação já tem projeto e foi divida em três lotes. A primeira fase, de Urubici à serra, orçada em R$ 29 milhões, poderá iniciar em breve.

“Este trecho de 20 quilômetros já foi licitado e tem uma vencedora. O governador Luiz Henrique da Silveira (PMDB) esperava apenas a decisão do Ibama para assinar a ordem de serviço. Esta obra pertence à SDR de Lages, mas acompanhamos porque temos interesse. Acredito que em mais 15 dias o governador assina a ordem e a obra começa”, afirma o secretário de desenvolvimento regional em Braço do Norte, Gelson Padilha.

A expectativa é que a segunda fase seja licitada e comece ainda no próximo ano. “Este lote é o da Serra do Corvo Branco propriamente dito. E acreditamos que esse trecho seja licitado em 2009 durante a execução da primeira parte”, revela Padilha.
Já a terceira fase, da Serra até Grão-Pará, poderá ser licitada em 2010. “Esta é a previsão, já que há um compromisso do governador de iniciar esta última parte ainda no seu mandato. Estamos confiantes”, relata o secretário.

BID 5
A segunda e terceira etapas da SC-439 já têm projetos, porém ainda não existem estimativas de custos. Estas obras poderão contar com os recursos do financiamento que o governo do estado espera firmar com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).
Os deputados estaduais aprovaram o convênio e agora o assunto está em discussão na comissão de assuntos econômicos do senado, por se tratar de financiamento internacional.