Um deficiente físico e mental teria sido agredido na noite desta terça-feira (20) por volta das 20 horas, às margens da SC-390, próximo ao Cestão de Frutas (apenas referência), em Lauro Müller. O agressor seria outro homem e o fato foi testemunhado por duas pessoas.

Em depoimento à Polícia Militar, as duas testemunhas afirmaram que presenciaram o agressor desferindo socos e chutes contra o deficiente, sem motivo. Eles interferiram avisando ao agressor  que a vítima era deficiente, então ele parou com os golpes. Em seguida o homem começou a amaeaçar de morte  as testemunhas caso contassem o ocorrido para alguém.

O agressor seguiu caminhando às margens da rodovia e o deficiente teria subido em um ônibus, se deslocando para casa.

Ao serem informados, os policiais localizaram o suposto agressor em visível estado de embriaguez e alterado. Confrontadas com o agressor, as vítimas preferiram não representar criminalmente contra ele. Como o deficiente não foi localizado,  a PM liberou todos e registrou um boletim de ocorrência.