Foto: Reprodução

Após ser atropelado por uma motocicleta, Srikesh Kumar, de 45 anos, foi dado como morto pelos profissionais do hospital e levado ao necrotério para autópsia em Nova Delhi, na Índia. No entanto, cerca de seis horas depois, o homem foi retirado vivo do local, informou o diretor do hospital, Rajendra Kumar, à AFP, no domingo (21). As informações são do jornal O Globo.

Conforme o hospital, o médico da emergência que atendeu Srikesh após o acidente não encontrou nenhum sinal de vida e transferiu o homem para um hospital público, onde seria realizada a autópsia. Na sequência, a família foi até o local e a cunhada da vítima percebeu que o homem ainda estava respirando.

Segundo o diretor do hospital, uma investigação está em andamento para determinar o motivo do erro de diagnóstico. Após constatarem que o paciente continuava vivo, Srikesh foi internado. Ele está em coma e seu estado de saúde é crítico.