#Pracegover Foto: na imagem há um edifício com janelas, porta e escadas
#Pracegover Foto: na imagem há um edifício com janelas, porta e escadas

A investigação de uma possível bactéria multirresistente, que teria provocado algumas mortes no Hospital Nossa Senhora da Conceição (HNSC), de Tubarão, está sendo investigada.

A informação foi divulgada por meio de nota emitida pela Instituição de Saúde nesta segunda-feira (27). De acordo com o comunicado, o hospital é assistido pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) desde o começo do mês de setembro.

Algumas amostras de casos monitorados de bactérias multirresistentes que apresentavam este perfil foram enviadas ao Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen). Dos nove pacientes que tiveram a confirmação da infecção pela bactéria, três morreram e seis tiveram alta hospitalar.

 

Leia a nota na integra:

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) emitiu no dia 1 de setembro um comunicado de risco para todas as instituições de saúde do país sobre a informação de registro de casos de Pseudomonas Aeruginosa resistente a carbapenêmicos associada aos genes blaKPC e blaNDM. A solicitação pedia o reforço e a vigilância em todos os serviços de saúde a estes agentes.

No Hospital Nossa Senhora da Conceição, em Tubarão, foram enviadas amostras ao LACEN – Laboratório Central de Saúde Pública de casos monitorados de bactérias multirresistentes que apresentavam este perfil, sendo que nove pacientes confirmaram infecção por esta bactéria. Destes, três vieram a óbito e seis tiveram alta hospitalar. Há 10 dias a própria Vigilância Sanitária do Estado esteve fazendo uma fiscalização no HNSC em relação ao caso.

O Serviço de Controle de Infecção Hospitalar (SCIH) informa que são enviadas amostras ao LACEN-SC semanalmente para controle e vigilância de bactérias multirresistentes, garantindo a segurança aos pacientes que estão internados no HNSC. Atualmente não há casos confirmados de Pseudomonas Aeruginosa resistente a carbapenêmicos associada aos genes blaKPC e blaNDM na instituição, mas existem pacientes em vigilância e aguardando confirmação laboratorial.

 

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul