A mãe do vice-prefeito Caio Tokarski e sogra da vereadora Luciane Tokarski, Hilda Gonçalves Tokarski, veio a óbito na madrugada desta quinta-feira (18). Dona Hilda, como era conhecida, tinha 75 anos e sofria de síndrome mielodisplásica, um distúrbio causado pela interrupção da produção de células sanguíneas no organismo.

Ela estava internada no Hospital SOS Cardio, em Florianópolis, onde veio a falecer. Hilda Gonçalves Tokarski, natural de Canoinhas-SC, deixa marido, Luiz José Tokarski, os filhos Luciane, Cristiane, Ciro e Caio, e 6 netos.

O prefeito Joares Ponticelli manifestou pesar pela morte de Dona Hilda. “Me solidarizo com o amigo e vice-prefeito Caio Tokarski e todos os familiares de dona Hilda, nesse momento bastante difícil e almejo que Deus, em sua infinita bondade, acolha essa alma generosa, que, em vida, sempre quis o bem de todos nós”, lamentou Joares.

O vice-prefeito Caio Tokarski, que esteve ao lado da mãe durante todo o período de sua internação, recebeu durante toda a madrugada as primeiras manifestações de sentimentos dos parentes e amigos. “Minha querida mãe segue ao oriente eterno, deixando aqui na terra um legado de boas ações e ensinamentos preciosos a todos que com ela conviveram. Vamos rezar para que Deus a receba em seus braços com o carinho que ela merece”, disse Caio.

Os atos fúnebres em homenagem a Dona Hilda ocorrerão na Capela do Crematório São Mateus, em Capivari de Baixo, das 13 às 16 horas desta quinta-feira (18), dentro dos critérios de segurança sanitária estabelecidos. O sepultamento ocorrerá no Cemitério Municipal Horto dos Ipês, em Tubarão, às 16h30.

 

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul