Por volta das 9h deste domingo (26/5), manifestantes começaram a ocupar a Esplanada dos Ministérios, para participar do ato a favor do governo do presidente Jair Bolsonaro e em defesa da Reforma da Previdência. A concentração aconteceu em frente à Biblioteca Nacional de Brasília, proximo ao Museu da República, onde três trios elétricos estavam estacionados. Em frente ao Congresso Nacional também havia manifestantes nas primeiras horas da manhã. De acordo com a secretaria de Segurança Pública do DF, em boletim divulgado às 13h43, cerca de 20 mil pessoas passaram pela Esplanada em algum momento do protesto.

 

Os militantes criticam o Supremo Tribunal Federal. Eles falam no impeachment de ministros e portam cartazes com pedidos de afastamento de deputados do Centrão. 

O protesto acontece, simultaneamente, em várias cidades do Brasil. Na Amurel há dois locais: Em Tubarão, onde  os manifestantes estão reunidos em frente ao Museu Willy Zumblick; e em Imbituba, com encontro na praça Henrique Lage. 

Clique na foto para saber quais cidades catarinenses farão o movimento, ponto de encontro e horário.