Priscila Alano
Tubarão

Há um ano, a região buscava medidas de segurança para se proteger contra a gripe A. Um novo vírus, mais resistente, causou uma epidemia no país. Tubarão foi o município do estado que mais registrou casos da nova gripe. As férias escolares foram adiantadas, a cidade fechada, atividades culturais canceladas… Tudo para tentar impedir que o novo vírus se espalhasse.

Este ano, o cenário é diferente. Medidas de prevenção foram tomadas. De acordo com o secretário de saúde da prefeitura, Roger Augusto Vieira e Silva, cerca de 70% dos habitantes da cidade receberam a vacina contra a gripe A e estão protegidos. No país, a média foi de 45% pessoas imunizadas. Os médicos que atuam no programa Estratégia de Saúde da Família também passaram por uma capacitação.

“Os profissionais que atuam na área da saúde têm as informações. No ano passado, era tudo novo. Hoje, já sabemos quais os protocolos de tratamento tomar, se é necessário internação, fazer intervenção com medicação”, explica Roger.
A população cumpriu com o seu papel, e deve ter cuidados especiais com o organismo. “No inverno, devemos andar bem agasalhados, tomar chá, tomar leite com mel”, aconselha Roger.

Além de não abandonar os hábitos de higiene e etiqueta de tosse, também é aconselhável que as pessoas com resfriado evitem locais aglomerados. As crianças devem ficar em casa. “É comum nesta época do ano as pessoas contraírem resfriados. O ideal é procurar uma orientação médica. Os resfriados estão entre as principais causas de afastamento do trabalho nestes meses”, relata Roger.

Notificações em Tubarão
Desde o início do ano, em torno de 20 pessoas já foram internadas com suspeita de síndrome gripal, em Tubarão. Todos os exames recebidos tiveram resultado negativo. Os principais sintomas são: tosse, febre e falta de ar.

Etiqueta da tosse

O que fazer quando estiver com gripe ou resfriado
• Na rua – cubra nariz e a boca. Se não tiver lenço, procure um local para lavar as mãos. O ideal nesse caso é carregar álcool gel na bolsa.
• Nas escolas ou trabalho – em caso de doença febril com tosse, o melhor é evitar sair de casa, pois, em escolas, creches ou no local de trabalho, o contato é bastante próximo. Mas, se não for possível, respeite as regras de etiqueta da tosse.
• À mesa – quando a tosse aparecer, vire-se de lado, com a cabeça baixa, e coloque o guardanapo à boca. Se a tosse continuar, levante-se e deixe a mesa. Procure beber água e espere a crise passar.
• No cinema ou teatro – procure sentar nas poltronas laterais das fileiras. Quando tossir, abafe o som com um lenço ou saia da sala até que a crise passe.

Perfil epidemiológico

No período de 05/05/2009 a 03/05/2010
Foram notificados 7.595 casos de
síndrome respiratória aguda grave:
• 3.082 (40,6%) influenza A (H1N1).
• 436 (5,7%) influenza A sazonal (gripe comum).
• 3.650 (48,1%) descartados.
• 16 (0,2) inconclusivos.
• 411 (5,4%) aguardam os resultados.

Foram internadas 4.876 pessoas de
síndrome respiratória aguda grave:
• 1.952 (40,0%) influenza A (H1N1).
• 254 (5,5%) influenza A sazonal (gripe comum).
• 2.434 (49,8%) descartados.
• 12 (0,2% ) inconclusivos.
• 224 (4,5%) aguardam os resultados.