#PraCegoVer Na foto, uma ponte é vistoriada
Avaliação dos principais prejuízos começou a ser feita em Gravatal. Pontes também foram vistorias e uma, na comunidade de São Roque, segue interditada desde a última quarta-feira (4) - Foto: Prefeitura de Gravatal | Divulgação

Um relatório preliminar foi feito pela Prefeitura de Gravatal em relação aos estragos causados pelas cheias na região. No que diz respeito à infraestrutura, os maiores prejuízos estão nas estradas, em especial as do interior, e pontes. Nesta sexta-feira, o coordenador da Defesa Civil local, George Fernandes Vitor, e o engenheiro civil da Amurel, João Roberto Cataneo, realizaram uma vistoria em algumas das passagens mais afetadas, três delas no bairro São Roque. As pontes das comunidades do Ângulo e do Indaial foram liberadas para o tráfego. A outra seguirá interditada porque não oferece qualquer segurança para motoristas e pedestres.

Além dos danos estruturais, a Prefeitura está empenhada em mitigar os efeitos das chuvas sobre as pessoas. Os 60 moradores da comunidade do Seri, retirados de suas casas ao longo da semana, seguem abrigados no Salão Paroquial do Centro. A partir desta segunda-feira, eles passarão por um processo de triagem para avaliação de necessidades individuais. Além de alimentação e atendimento médico e de enfermagem, todos receberão apoio psicológico e social. A Cooperativa de Eletricidade de Gravatal (Cergral) também ampliou as equipes de emergências para garantir rápido atendimento para todas as comunidades. Houveram diversas ocorrências de queda de árvores sobre os cabos e quedas de barreiras que moveram alguns postes.

Fonte: Prefeitura de Gravatal e Cergal
Edição: Zahyra Mattar | Notisul

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul