Foto: Governo de Santa Catarina

Percorrer o bonito caminho entre Tubarão e Laguna, às margens do Rio Tubarão, exige encarar barro e poeira. Mas essa realidade vai mudar. O Governo do Estado vai destinar R$ 84,5 milhões para a pavimentação da Rodovia Ageu Medeiros. Este foi um dos anúncios feitos pelo governador Carlos Moisés, nesta sexta-feira, 27, em ato realizado na Unisul. Os recursos anunciados para a infraestrutura, saúde, saneamento e emendas parlamentares chegam a mais de R$ 131 milhões.

“Nós aplicamos o dinheiro onde ele deve estar. Cortamos o que não era necessário. Estabelecemos prioridades, isso é fazer gestão pública. É nossa obrigação, nosso compromisso. Estamos transformando a realidade do Sul catarinense e de todas as outras regiões. Nenhuma ficará esquecida. É uma satisfação muito grande, um sentimento de realização olhar nos rostos das pessoas e mostrar que a região está no nosso coração e está sendo contemplada”, ressaltou o governador.

“Estamos firmado o maior convênio da história de Santa Catarina em infraestrutura para todas as regiões. Hoje é mais uma grande conquista, a Ageu Medeiros, que chamamos de Rodovia Serramar, faz conexão importante da Serra até o Litoral. É o Estado cumprindo com o que prometeu. Sangão era outra demanda histórica, assumimos o compromisso e a obra vai começar. São obras estruturantes”, destacou o secretário de Estado da Infraestrutura e Mobilidade, Thiago Vieira.

Com o investimento de R$ 84,5 milhões, no trecho de 24 quilômetros de extensão, cerca de 11 em Tubarão e 13 na parte de Laguna, serão feitos os serviços de pavimentação, drenagem, sinalização, ciclovia e ponte. O acesso vai criar uma alternativa segura e turística à BR-101, dando continuidade ao projeto de integração entre Laguna, Região do Farol, Capivari de Baixo e Tubarão.

O convênio para a pavimentação foi firmado pelo Estado com o Consórcio Intermunicipal Multifinalitário dos Municípios da Associação dos Municípios da Região de Laguna (CIM-Amurel). O pagamento será dividido em três parcelas.

“Estamos felizes e agradecidos pelos inúmeros investimentos anunciados pelo governador Carlos Moisés. A Ageu Medeiros é uma prioridade e tem impacto regional. O projeto foi muito bem feito pela Amurel. Agora esperamos que o Consórcio possa fazer o edital de licitação o mais breve possível”, enfatizou o prefeito de Tubarão, Joares Ponticelli.

O presidente da Amurel e prefeito de Pescaria Brava, Deyvisonn Souza, destacou que a obra, além de desenvolvimento econômico e segurança, vai impactar o turismo. “Todo o seu traçado terá beleza, além de estar margeando o Rio Tubarão, vai contemplar uma ciclovia, que é algo desejado pelos ciclistas. Não tenho dúvidas de que será um cartão postal, uma das mais importantes obras. Só temos que agradecer ao governador pela sua determinação e por tornar o nosso sonho uma realidade.”

Sangão

O governador autorizou a ordem de serviço de outra importante obra para a região Sul: a recuperação da SC-443, aguardada há mais de 30 anos. O trecho de acesso a Sangão receberá serviços que representam praticamente a reconstrução da rodovia. Será feita a recuperação do pavimento, os serviços de terraplenagem, drenagem, obras de arte corrente, sinalização, meio ambiente, obras complementares.

O investimento do Estado é de R$ 6,5 milhões, em um trecho de 2,3 quilômetros. A obra que deve iniciar já na próxima semana tem a previsão de término de sete meses.

“A rodovia está em condição precária, a cobrança pela revitalização dura anos, tema sempre muito debatido pelos prefeitos da região. A revitalização vai trazer segurança, condições, oportunidade de desenvolvimento e diminuir os custos logísticos. Só temos a agradecer pela obra”, pontuou o prefeito de Sangão, Castilho Silvano Vieira.

SC Mais Asfalto

Ainda no evento, o governador Carlos Moisés lançou o programa SC Mais Asfalto, para fomentar a construção de usinas de asfalto em todas as regiões de Santa Catarina. O Executivo disponibilizará R$ 120 milhões para a iniciativa, que será realizada em parceria com os consórcios de municípios. O programa é coordenado pela Secretaria de Estado da Infraestrutura e Mobilidade (SIE) junto com a Casa Civil.

Na região da Amurel, serão investidos R$ 10,3 milhões para a compra de equipamentos e insumos a fim de compor uma usina de asfalto, em parceria com o CIM-Amurel.

“O SC Mais Asfalto é uma oportunidade de fazer mais com menos e levar o asfalto às vias municipais, tirando a lama e a poeira da vida das pessoas”, pontuou o governador Carlos Moisés.

Porto de Imbituba

O chefe do Executivo estadual assinou também a ordem de serviço para a elaboração de projeto para a duplicação da rodovia de acesso ao Porto de Imbituba, no trecho de 4,7 quilômetros da BR-101. Serão investidos R$ 644.189,47. O prazo para execução do projeto é de 240 dias.

Saúde

Para a Saúde, foram anunciados recursos para custeios dos leitos de retaguarda clínica Covid aos hospitais: Santo Antônio, de Armazém (R$ 525 mil); Caridade de Jaguaruna (R$ 420 mil); hospital de Rio Fortuna (R$ 210 mil); Santa Teresinha, de Braço do Norte (R$ 336 mil). E ainda, o pagamento ao custeio dos leitos de suporte ventilatório Covid, disponibilizados nos hospitais: Santa Teresinha (R$ 402 mil).

Outros R$ 300 mil serão aplicados na reforma do setor de emergência do Hospital de Caridade Senhor Bom Jesus dos Passos, em Laguna. Os recursos são de emenda parlamentar da deputada estadual Ada Faraco De Luca.

Para a aquisição de equipamentos no Hospital São Camilo de Imbituba serão destinados R$ 449 mil. O valor é viabilizado por meio de emenda parlamentar dos deputados estaduais Ada Faraco De Luca e Luiz Fernando Vampiro.

Veículo

Outro convênio assinado foi da Secretaria de Estado da Infraestrutura e o Consórcio CIM-Amurel é para a aquisição de veículo utilitário e receptor integrado para levantamento estatístico e cinemáticos. O equipamento vai atender 18 municípios consorciados.

O valor do investimento é de R$ 200 mil do Estado e R$ 8,8 mil do Consórcio. A medida visa ganhar tempo e qualidade na prestação dos serviços de engenharia, permitindo uma economia que anteriormente era despendida na locação de equipamentos.

Casan

A Companhia Catarinense de Águas e Saneamento (Casan) anunciou o repasse de 5% da arrecadação das tarifas para o município de Laguna. Os recursos são destinados ao Fundo Municipal de Saneamento. O aporte deve chegar a mais de R$ 885 mil por ano. Com isso, a prefeitura poderá investir em ações complementares de abastecimento de água e esgotamento sanitário, além de resíduos sólidos e drenagem urbana.

Ainda para o município, foi assinada a ordem de serviço no valor de R$ 1,1 milhão para ampliação da rede coletora de esgotamento sanitário na Rua Leoberto Leal com a extensão 1.560 metros e 195 ligações. Vai atender 600 habitantes.

Para Braço do Norte foi autorizada a licitação para a construção de um reservatório de 500 metros cúbicos na Estação de Tratamento de Água, no valor de R$ 780 mil. A capacidade de armazenamento será de 500 mil litros de água, beneficiando uma população de 24.323 habitantes.

Emendas parlamentares

Mais de R$ 24,4 milhões serão investidos em infraestrutura, mobilidade, saúde, educação e agricultura nas 18 cidades que fazem parte da Amurel. A liberação dos recursos, provenientes de emendas parlamentares, foi oficializada pelo governador Carlos Moisés, durante o evento em Tubarão.

O pagamento é feito diretamente na conta dos municípios independentemente de celebração de convênios. Cada parlamentar pode escolher e indicar aplicações de determinada cota dos recursos públicos, empregando-os naquilo que é escolhido como prioritário.

Lideranças no ato

Os atos também tiveram a presença do deputado federal, Ricardo Guidi, dos deputados estaduais Júlio Garcia, José Milton Scheffer, Rodrigo Minotto, Sérgio Motta, Mauricio Eskudlark, Ricardo Alba, e Volnei Weber, o chefe da Casa Civil, Eron Giordani, os secretários de Estado da Educação, Luiz Fernando Vampiro, o executivo de Articulação Nacional, Lucas Esmeraldino, a presidente da Casan, Roberta Maas Dos Anjos, o  presidente da Fesporte, Kelvin Soares, presidente do CIM – Amurel, Ibaneis Lembeck, além de prefeitos, vereadores, lideranças locais, empresários e moradores.