O barulho provocado pelas manobras dos trens da Ferrovia Tereza Cristina (FTC) e também os transtornos durante a passagem sobre a Avenida Centenário, no bairro Pinheirinho, podem ser resolvidos por meio de parceria com o Governo de Criciúma. Em reunião realizada na tarde desta quinta-feira (23), na Sala de Atos do Paço Municipal Marcos Rovaris, ficou definido que a empresa fará estudos para definir um outro local e construir um novo pátio de manobras, evitando o barulho, principal reclamação dos moradores do entorno.

“Vamos estudar outras áreas próximas à linha férrea, mas distante dos moradores e executar a obra. Para nós da ferrovia, isso também irá facilitar o dia-a-dia dos colaboradores”, comentou o diretor da FTC, Benoni Schmitz.

Outro ponto que é alvo de reclamações, é a passagem do trem sobre a Avenida Centenário, que acaba atrapalhando o fluxo dos veículos, principalmente em horários de pico. Para esse transtorno, o Município está com estudos avançados para construção de uma trincheira, que evitaria o encontro dos carros com o trem.Os recursos viriam do Fundo Financeiro para o Desenvolvimento da Bacia do Prata (Fonplata). 

“Estamos analisando muito criteriosamente essa possibilidade. Nosso objetivo é facilitar o tráfego de veículos sem impedir a passagem do trem”, destacou o prefeito Clésio Salvaro, que coordenou a reunião ao lado da secretária de Infraestrutura, Planejamento e Mobilidade Urbana, Kátia Smieleviski e representante dos empresários do bairro Pinheirinho.