O Departamento Penitenciário do Paraná (Depen) convocou um candidato chamado “Cuca Beludo” com pontuação máxima em um Processo Seletivo Simplificado (PSS) para agente de cadeia pública em Ponta Grossa, nos Campos Gerais do Paraná.

O edital final de classificação foi publicado no dia 21 de junho deste ano, no site do Depen. Um dia depois, com a homologação das inscrições, o candidato foi chamado oficialmente para apresentar seus títulos. Como não cumpriu o prazo legal para comprovar os títulos e apresentar os documentos, foi desclassificado do concurso.

A inscrição para o concurso é feita gratuitamente pela internet. Os títulos são descritos pelo próprio candidato, já na etapa inicial, e só depois da classificação final são analisados pelo governo. A Secretaria de Segurança Pública e Administração (Sesp) confirmou que trata-se de brincadeira de mau gosto.

“O sistema faz o registro das informações lançadas pelos candidatos e gera uma classificação automática a partir dos dados lançados. Somente no momento do chamamento presencial, na comprovação de títulos, é que será verificada a veracidade das informações lançadas, por meio dos documentos elencados no edital”, explicou o governo estadual, em nota. 

O concurso segue em andamento e busca selecionar 1.156 candidatos para a função de agente de cadeia pública, responsável por vigiar, fiscalizar e orientar presos em delegacias do estado.