#Pracegover Foto: na imagem há um homem de terno, gesticulando com as mãos, microfones e a bandeira do Brasil
#Pracegover Foto: na imagem há um homem de terno, gesticulando com as mãos, microfones e a bandeira do Brasil

Os governadores do Fórum Nacional levarão ao presidente do senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), uma alternativa para contrapor a proposta aprovada pela Câmara que, na prática, congela a cobrança do ICMS sobre combustíveis, com impacto estimado de R$ 32 bilhões sobre os cofres dos estados.

Na reunião, confirmada para a manhã de quinta-feira (21), os gestores estaduais vão propor a formação de um “Fundo de equalização dos combustíveis”, para minorar o efeito do repasse direto da alta internacional do preço, que vem pressionando a inflação e gerando piora nos indicadores econômicos.

O senado, Casa da representação estadual no Legislativo, vê com preocupação o texto aprovado pela Câmara. Pacheco sinaliza que tratará o assunto com cautela e dará tempo aos governadores para apresentarem alternativas e exporem o impacto da aplicação da medida sobre os cofres estaduais.

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul

Fonte: Correio do Povo