A Gaivota Saneamento, empresa do Grupo Atlantis, lançou no sábado (26) seu mais novo projeto socioambiental, Guardiões da Natureza, que trabalhará a educação ambiental com 70 crianças e adolescentes, de 7 a 14 anos, em situação de vulnerabilidade social. 

O lançamento foi realizado na Festa da Família, organizado pela Secretaria municipal de Desenvolvimento Social de Balneário Gaivota, no salão Santo Expedito, que contou com várias apresentações artísticas e esportivas das crianças atendidas pelo Serviço de Convivência.  

Também contou com a presença de autoridades, como o presidente da Câmara de Vereadores de Balneário Gaivota, Anderson Joaquim dos Santos, secretária de Desenvolvimento Social, Terrimar Ramos Pereira, secretária de Meio Ambiente, Adelsa Fernandes, diretor do Serviço de Convivência, Alexandre Honorário e o superintendente da Gaivota Saneamento, Gian Scandolara.

O projeto tem como principal objetivo contribuir para a adoção de boas práticas socioambientais com ênfase à sustentabilidade, e que contemplem a convivência familiar e comunitária. Os encontros serão semanais no CRAS- Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos, e começará em fevereiro de 2020, com o retorno das atividades escolares e do CRAS. 

 

“Um dos propósitos da Gaivota Saneamento é a procura permanente de soluções inovadoras e sustentáveis em fornecimento de água e esgotamento sanitário. Mas também defende os princípios da cidadania e realiza ações sociais que visam o desenvolvimento humano das comunidades onde atua, como é o caso da implantação do projeto Guardiões da Natureza. 

Estaremos capacitando crianças e adolescentes para atuarem como defensores da natureza, o principal legado será criar a consciência ambiental nessas crianças, para tornarem os principais defensores e guardiões do ecossistema natural de Balneário Gaivota”, avalia o superintendente da Gaivota Saneamento, Gian Scandolara. 

O Projeto Guardiões da Natureza busca oportunizar a vivência no mundo natural de maneira lúdica e artística como caminho da educação ambiental e da formação de uma nova geração de defensores da natureza, o principal objetivo é proporcionar às crianças e adolescentes uma formação cidadã, consciente da necessidade de sustentabilidade e proteção ao Meio Ambiente. 

“Estamos bem satisfeitos em participar deste projeto em conjunto com a Gaivota Saneamento, a parceria irá beneficiar muito a consciência ambiental destas crianças e adolescentes”, destaca a secretária de Desenvolvimento Social, Terrimar Ramos Pereira.

O programa será dividido em módulos como: a relação com o meio ambiente, elementos da Terra (água, fogo, água, ar), as dificuldades/facilidades vivenciadas pela comunidade escolar em relação ao lixo; quantidade de lixo produzida diariamente no espaço escolar; o tipo de lixeiras utilizadas na escola; incentivar para o processo de reciclagem e compostagem, mostrando sua importância ao contexto ambiental; o incentivo na coleta e reaproveitamento do óleo de cozinha; mapear, monitorar e proteger as nascentes, rios, lagoas e praias de forma a combater a poluição destes ambientes.

“Sobre o aspecto econômico dentro do projeto, a intenção também é trabalhar a geração de trabalho e renda para jovens com a implantação da coleta seletiva do lixo local, serão treinamentos específicos voltados para gestão de educação ambiental”, declara assistente Social e responsável pela Responsabilidade Social, Gerenciamento e Gestão de Projetos do Grupo Atlantis, Ivânia da Silva May.

A duração do projeto será de 12 meses com a diplomação dos Guardiões.