Laguna

Os gestores de Laguna estão preocupados com o possível resultado do Censo 2010. Até agora, os profissionais do IBGE não conseguiram contabilizar o mesmo número de moradores obtidos na contagem habitacional de 2007. Na época, o levantamento apontou que 50.452 pessoas residiam em Laguna.

Neste Censo, contudo, até esta sexta-feira, foram entrevistados apenas 49.850 habitantes. A preocupação é que esta diferença no número possa impactar diretamente no recebimento de recursos da União. “O repasse do Fundo de Participação dos Municípios, o FPM, é distribuído conforme o número de habitantes. Com a redução populacional, o montante diminui. Poderemos perder até R$ 2 milhões por ano”, alerta o prefeito Célio Antônio (PT).

O pedido é para que as pessoas que ainda não foram recenseadas entrem em contato com o IBGE para agendar a entrevista. A principal dificuldade dos profissionais – assim como em outras cidades da região – é que muitas casas estão fechadas e as pessoas não respondem aos bilhetes deixados.

Quando o morador não é localizado após algumas tentativas, um recado para entrar em contato é deixado. No caso de Laguna, a população deve telefonar para o número 3644-4947 ou então ir ao escritório do órgão, localizado no segundo andar do Mercado Público. “Precisamos que as pessoas tomem consciência e ajudem. Não podemos nos dar ao luxo de perder dinheiro”, exclama o prefeito.