Foto: Marcelo Becker/Decom/PMT

Com o aumento exponencial de transmissão e de casos do novo coronavírus, na última sexta-feira (24), a Fundação Municipal de Saúde (FMS) fechou uma compra de 20 mil unidades de testes rápidos. O objetivo é dar continuidade a estratégia de detecção da doença no município. A remessa tem previsão de chegada nesta quinta-feira (30).

Os testes adquiridos detectam a infecção aguda (IgM) e a imunidade adquirida (IgG), para melhor diagnóstico e controle epidemiológico da doença. “O objetivo é continuar testando a população em massa. A cada positivo, vamos chamar os contatos de suas residências ou local de trabalho e testar também. Esse é um dos métodos mais resolutivos para identificar casos, isolar e consecutivamente, barrar a transmissão no município”, ressalta o diretor-presidente da FMS, Daisson José Trevisol.

No total, foram investidos R$ 947.600,00 na compra destes, onde cada teste teve um custo de R$ 47,38. Até o momento, com a compra das 20 mil unidades, Tubarão conta com um total, geral desde o início da pandemia, de mais de 32 mil unidades para testagem dos tubaronenses.

A equipe técnica municipal analisa os testes adquiridos e só aprova mediante comprovação de registro na Anvisa, órgão fiscalizador e regulamentador que exerce o controle sanitário de todos os produtos e serviços (nacionais ou importados) submetidos à vigilância sanitária e, avaliação do Instituto Oswaldo Cruz (IOC/Fiocruz), que comprovam a qualificação destes testes.