Foto: Mehmet Aslan/SIPA Contest

A foto de um pai segurando o filho no ar após terem sido vitimizados pela guerra na Síria comoveu o mundo. Intitulada “Hardship of Life” (A Dureza da Vida), a fotografia foi premiada, esta semana, no concurso internacional Siena Photo Awards (Sipa), na Itália. O registro foi feito pelo turco Mehmet Aslan, na fronteira da Turquia com a Síria.

A foto foi selecionada pelo júri entre dezenas de milhares de trabalhos enviados por profissionais de 163 países. No registro, estão Munzir al-Nazzal, que perdeu a perna em um bombardeio, e Mustafa, seu filho, de cinco anos de idade. O garoto nasceu sem os braços e pernas por ter uma doença congênita, desenvolvida após a mãe, Zeynep, passar por um tratamento médico na gestação depois de inalar um gás tóxico durante a guerra.

O autor da foto, Mehmet Aslan, afirmou em entrevista ao The Washington Post que a intenção da fotografia era a de chamar atenção para o problema de Mustafa, já que a família, há um tempo, tenta conseguir um tratamento médico para o menino e não consegue pagar por próteses especiais, que não estão disponíveis na Síria.

“A imagem chegou ao mundo. Há anos tentamos fazer com que nossas vozes sejam ouvidas por qualquer pessoa que queira ouvir, para ajudar no tratamento dele. Daríamos tudo para oferecer a ele uma vida melhor”, disse Zeynep.

Com informações de Isto É via MSN Notícias

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul