Tubarão

A Diretoria de Vigilância Epidemiológica de Santa Catarina (Dive-SC) solicitou que as equipes regionais e estaduais de Saúde intensifiquem ações de vigilância e prevenção contra a febre amarela. A vacina está disponível em postos de saúde do Estado. Nesta semana, um homem no Norte de Santa Catarina morreu em decorrência da doença.

Desde o ano passado Santa Catarina se tornou área com recomendação da vacina. Diversos municípios da região da Amurel ampliaram a cobertura para toda população. A única maneira de se evitar a febre amarela é tomando a vacina em única dose. De acordo com informações da Dive, entre 1º de janeiro de 2019 e 28 de março de 2019 foram aplicadas 461.417 doses da vacina contra a febre amarela em todo o Estado, sendo que 81.578 foram aplicadas somente na primeira semana da Campanha Estadual de Vacinação, entre os dias 20 e 23 de março.

Desde o segundo semestre dedo ano passado, seguindo recomendação do Ministério da Saúde (MS), todo o Estado de Santa Catarina tornou-se Área com Recomendação de Vacinação (ACRV) para febre amarela – antes 162 municípios catarinenses já integravam a ACRV. Desde então, todos os moradores catarinenses com mais de 9 meses de idades deveriam procurar os postos de saúde para se vacinar contra a doença.

No entanto, a procura pela vacina foi baixa o que fez com que o Estado iniciasse no último dia 20, a Campanha Estadual de Vacinação contra a Febre Amarela. A campanha segue até o dia 20 de abril. Neste período, a meta é vacinar 95% da população catarinense contra a febre amarela. Desde o início do ano, Santa Catarina recebeu 1.300.000 doses da vacina contra a febre amarela. Novas doses devem chegar na segunda quinzena do mês de abril.