Carolina Carradore
Tubarão

Lantejoulas, plumas, paitês e outros acessórios do gênero invadirão os clubes e avenidas neste Carnaval. Para quem quer entrar no ritmo da moda na festa de Momo, a dica: a tendência é resgatar o glamour das fantasias das décadas de 40 e 50. Nas lojas e ateliês, a procura por modelitos é grande. Segundo o estilista Adriano Stockler, a venda das roupas para o Carnaval teve acréscimo superior a 60% em Tubarão, no comparativo com o ano passado.

Ele aposta no desejo das pessoas de viver noites de luxo e sofisticação, aliado ao conforto e leveza. Adriano perdeu a conta dos inúmeros modelos que confeccionou este ano, mas confirma: a tônica das fantasias ficou por conta das franjas de carrutilhos, plumas e rabo de galo. O verde e o prata são combinações perfeitas e devem dar o tom nos bailes em clubes e avenidas da região.

Adriano, que já brilhou na Marquês de Sapucaí, no Rio de Janeiro, aposta no luxo para esta festa de Momo. “Para as mulheres, o estilo damas da noite parisiense e espanholas são as mais usadas e arrasam no Carnaval”, indica.
Fantasias no estilo boneca de pano também estão em alta. Basta uma maquiagem carregada em tons rosa e preto. Para os homens, a dica do estilista são as camisas ou túnicas com cores fortes.

As bermudas, claro, são indispensáveis para curtir a festa confortavelmente. Para quem quer gastar pouco, a onda é usar materiais recicláveis e abusar da costumização. “Recortar camisetas, fazer fantasias de havaianas. Vale tudo. Basta ter bom gosto e criatividade”, atesta o estilista.