O agora ex-secretário Dura deverá assumir uma função na secretaria estadual de turismo ou de saúde
O agora ex-secretário Dura deverá assumir uma função na secretaria estadual de turismo ou de saúde

 

Eduardo Zabot
Tubarão
 
Desde a criação das secretarias de desenvolvimento regionais em Santa Catarina, ainda no primeiro mandato do hoje senador Luiz Henrique da Silveira (PMDB), entre 2003 e 2006, o tucano Haroldo Silva, o Dura, foi o quinto a comandar a SDR em Tubarão.  Também é o que está há mais tempo na função, foram três anos e um mês. 
 
A despedida do secretário foi oficializada nesta sexta-feira em uma entrevista coletiva. “Isso aqui  é governo e o governo é da população. Foi assim que trabalhei todo esse tempo, para o estado e o povo”, declarou Dura.
 
No período em que Dura esteve como secretário, foram 178 ações nos sete municípios de abrangência – Capivari de Baixo, Gravatal, Jaguaruna, Pedras Grandes, Sangão, Treze de Maio e Tubarão e mais de R$ 88 milhões de investimentos.
 
“Apesar de todos esse números, eu destaco uma ação na saúde que foi muito importante, a conquista das cirurgias cardíacas  pelo SUS para nossa região”, destaca o secretário. Em diversos momentos, Dura emocionou-se ao falar das dificuldades que enfrentou no cargo.
 
Na educação, Dura cita 25 escolas reformadas e dois editais para construção de novas escolas prontos, da Escola Osvaldo Pinto da Veiga, em Capivari de Baixo, e a Campos Verdes, em Campo Bom. Dura relatou também o relacionamento com o governador Raimundo Colombo (PSD) e o vice-governador Eduardo Pinho Moreira (PMDB).
 
“Agradeço muito pela atenção que sempre me dispensaram, principalmente Eduardo Moreira, que é do sul e recorria mais vezes a ele. Esse relacionamento com eles e todos os secretários me abriu muitas portas”, declarou.
 
O novo secretário
Haroldo de Oliveira Silva, o Dura, desejou muito sucesso ao novo secretário, Estener Soratto Júnior (PSDB). “Com o Soratto aqui, vai dar certo, ele é um jovem inteligente, competente e não tem nada a ver com a situação de troca pedida pelo partido. Soratto aproveitou uma oportunidade, eu faria o mesmo”, avalia. 
Ele destacou que nos últimos meses o desgaste foi maior com as notícias de que iria sair. “Eu só tenho que a agradecer à imprensa, vocês foram fundamentais, porque eu nunca menti sobre nada na SDR. O governo erra, e erra muito, mas também acerta muito também”, finalizou Dura.